-->

Denúncia envolvendo políticos de Lavras repercute na imprensa nacional

A imprensa nacional destacou nesta terça-feira (19), a notícia sobre as supostas irregularidades envolvendo gastos de verbas públicas por parte da prefeita, do vice-prefeito e de vereadores de Lavras.

O assunto ganhou a mídia nacional e foi destaque nos principais sites de notícias do país.

Confira:


Terra

MP-MG denuncia prefeita, vice e vereadores por desvios

O Ministério Público (MP) de Minas Gerais denunciou gastos irregulares da administração pública de Lavras que atingem a prefeita, Jussara Menicucci; o vice, Cassimiro da Silva; e vereadores. De acordo com o órgão, teriam sido desviados R$ 488.738,30 em verbas de gabinete pelos legisladores e R$ 28.211,20 em diárias de viagem pelos chefes do Executivo...

Veja aqui a reportagem completa.

G1


Ministério Público denuncia prefeita, vice e todos os vereadores de Lavras

O Ministério Público Estadual, por meio da Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público em Lavras, no Sul de Minas Gerais, denunciou a prefeita, o vice e todos os vereadores da cidade por pagamento de despesas particulares com recursos públicos. Segundo o MP, a prefeita Jussara Menicucci (PSDB), o vice-prefeito Cassimiro Silva (PR) e os dez vereadores teriam gasto um total de R$ 500 mil irregularmente...

Veja aqui a reportagem completa.



Diario do Grande ABC


MP-MG acusa prefeita e vereadores de desvio de verbas

Todos os políticos que ocupam cargos eletivos em Lavras, no sul de Minas, foram denunciados à Justiça pelo Ministério Público Estadual (MPE) por desvio de verbas públicas. Segundo a ação, a prefeita Jussara Menicucci de Oliveira (PSDB), o vice, Cassimiro da Silva (PR), e os dez vereadores da cidade deram prejuízo de mais de R$ 500 mil ao município com viagens particulares e até compra de bebidas alcoólicas. De acordo com o MP, o maior rombo, de R$ 488,7 mil, foi causado pelos vereadores...

Veja aqui a reportagem completa.

Band


MG: Prefeita é acusada de desviar R$ 28 mil

O vice-prefeito, Cassimiro da Silva, também é acusado de ter usado dinheiro público para bancar diárias de viagens, restaurantes, etc

A prefeita da cidade mineira de Lavras, Jussara Menicucci, foi acusada de pagar despesas particulares com dinheiro público do município. Segundo o Ministério Publico de Minas Gerais, Jussara e o vice-prefeito, Cassimiro da Silva, gastaram mais de R$ 28 mil com diárias de viagens, restaurantes e compras de bebidas alcoólicas. O órgão ainda encontrou irregularidades nos gastos de alguns vereadores. Cerca de R$ 488 mil reais foram desviados para o pagamento de despesas como combustível, alimentação e telefone...

Veja aqui a reportagem completa.

Estadão


MP denuncia prefeita e vereadores de Lavras

Todos os políticos que ocupam cargos eletivos em Lavras, no sul de Minas, foram denunciados à Justiça pelo Ministério Público Estadual por desvio de verbas públicas. Segundo a ação, a prefeita Jussara Menicucci de Oliveira (PSDB), o vice, Cassimiro da Silva (PR), e os dez vereadores da cidade deram prejuízo de mais de R$ 500 mil ao município com gastos irregulares, viagens particulares e até compra de bebidas. Todos estão sendo acusados de peculato e improbidade administrativa e, se condenados, podem pegar até 12 anos de prisão, além de perderem os cargos e os direitos políticos...

Veja aqui a reportagem completa.

Nota da prefeitura

A prefeita Jussara Menicucci (PSDB), divulgou nesta terça-feira (19),  por meio de sua Assessoria de Imprensa, uma nota relacionada à notícia publicada pelo Ministério Público de Minas Gerais.

Segundo o texto,  todas as despesas teriam sido realizadas com base na orientação da súmula 82 do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais, entidade que exerce o Controle Externo da Administração Pública do Município, não havendo, portanto, quaisquer irregularidades.

A nota diz ainda que não houve, até o momento, citação da prefeita que ainda não tem conhecimento do seu teor, a não ser do texto divulgado no sítio do Ministério Público de Minas Gerais. Dessa forma, tão logo seja citada, ela apresentará a defesa, bem como demonstrara a regularidade das despesas.

19/12/11

Gostou? Então compartilhe!

Tags: ,

Comente esta notícia

LEIA AS REGRAS: Comentários que contenham palavrões, ofensas ou que não tenham relação com o assunto tratado na notícia podem ser deletados sem nenhum aviso. Em hipótese alguma faça propagandas de outros sites ou blogs. OBS: Os comentários dos leitores não refletem a opinião de O LAVRENSE
Comentário(s)
14 Comentário(s)

14 comentários:

  1. Anônimo16:11

    Até que enfim, apareceu em Lavras um promotor que não está disposto a acobertar as mazelas da prefeita e dos vereadores, conforme aquele que se aposentou, mas que está mostrando que no Ministério Público tem gente séria.

    Parabéns Sr. Promotor.

    ResponderExcluir
  2. Anônimo16:19

    Nos últimos tempos, Lavras tem aparecido no cenário nacional de forma negativa, como por exemplo o caso de um MENICUCCI envolvido nos Sanguessuga, a violência de jovens espancando o outro na madrugada e agora outra MENICUCCI e seus vereadores envolvidos em escândalo.

    Isso tem que mudar.

    ResponderExcluir
  3. Ivan de Souza pacheco16:21

    Será que até o Dr. Marcos Cherem esta no meio?

    ResponderExcluir
  4. Anônimo16:38

    O dr marcos tem gastos mensais com celular pago pela Câmara de R% 2.500,00. Ele e todos outros são farinho do mesmo saco. E ainda fica pousando de moralista e dono da ética. me ajuda ai!!

    ResponderExcluir
  5. Anônimo17:03

    De acordo com o MP, o maior rombo, de R$ 488,7 mil, foi causado pelos vereadores Evandro Castanheira Lacerda (PSB), Anderson Marques (PV), Júlio Donizete de Melo (PCdoB), Helena Maria Nogueira (PRB), Edson Alves de Abreu (PPS), Daniel Costa (PSDB), Ennio Mendes de Siqueira (PMDB), Hélio Haddad (PSDB), Marcos Cherem (PSL) e Sebastião dos Santos Vieira (PTC).

    ResponderExcluir
  6. Anônimo17:43

    Pessoal! Pelo amor de DEUS, Vamos fazer uma renovação total na camâra. E que apareça um candidato ao cargo do lavrense executivo digno do nossos votos. Que venha 2012!

    ResponderExcluir
  7. Anônimo09:25

    Outra bomba vai explodir na politica Lavrense. O deputado fabio cherem pode ser cassado a qualquer momento.

    A PF entregou esta semana o inquérito ao MP e neste inquérito consta abuso de poder econômico, compra de votos e outros crimes eleitorais ocorridos na eleição em 2010.

    Fábio ja contratou o melhor escritório de BH e sabe que dificilmente escapará de perder o mandato de deputado estadual.

    eita !!!!!!

    ResponderExcluir
  8. Anônimo09:12

    CAMBADA DE SAFADOS

    ResponderExcluir
  9. Anônimo18:23

    Finalmente um Promotor competente e corajoso, sem rabo preso com nenhuma "autoridade"! Aplausos a Ele.

    ResponderExcluir
  10. Anônimo21:51

    Parabéns, Dr. Eduardo! Continue assim!!!

    ResponderExcluir
  11. Anônimo13:21

    Até que enfim apareceu em Lavras um promotor que leva seu trabalho a sério...com coragem, ideal de justiça e compet\ência . Parabéns !

    ResponderExcluir
  12. ANDRE18:12

    CONCORDO COM VOCE ANTONIO , TEMOS QUE MUDAR O CENARIO POLITICO DE LAVRAS URGENTISSIMO , QUEEM SABE NÃO TRAZEMOS POLITICOS DE VARGINHA , POUSO ALEGRE ETC.
    CIDADES QUE CRESCEM SEM PARAR

    ResponderExcluir
  13. Anônimo08:15

    Andre... você está desatualizado... Varginha está há muito tempo parada, já cresceu, mas nos úlimos tempos ficou defasada... se você olhar os índices de crescimento, até Lavras tem crescido mais... Pouso Alegre sim serve de modelo, lá é que está mais crescendo...

    ResponderExcluir
  14. Márcio Nilo11:21

    Políticos totalmente divorciados dos interesses da população de Lavras e que só querem se dar bem, esse é o problema. A culpa é do eleitor, esse eterno romântico, que acha que um dia "dessa vez" vai dar tudo certo. Entra ano e sai ano e nada muda. Quem sabe dessa vez? vamos votar??

    ResponderExcluir