-->

Detentos de Lavras trabalham na reforma da Matriz de Santana e Recanto Sagrado Coração de Jesus

A Igreja Matriz de Santana e o Recanto Sagrado Coração de Jesus  serão reformados com a mão de obra de 15 detentos do presídio de Lavras. Os primeiros detentos iniciaram o trabalho no último dia 22, e nos próximos dias a equipe estará completa.

A sociedade começa a aceitar a presença de detentos no mundo do trabalho e isto é muito positivo para a reinserção, em todos os âmbitos da vida dos que cumpriram penas”, conta a diretora geral do Presídio de Lavras, Flávia Kátia Silva.

A diretora enumera as várias frentes de trabalho na cidade, nas quais estão inseridos presos de sua unidade: na construção de um centro de eventos trabalham nove presos e a empresa solicitou mais 20, no quartel do Corpo de Bombeiros Militar dois presos cuidam da manutenção, e o próprio presídio também passa por obras em que estão sendo empregados quatro detentos para revitalizar 16 celas e duas salas de aula. “Os bons resultados das parcerias e convênios vão sendo disseminados e a tendência é ampliar o número de presos inseridos nos variados tipos de atividades”, conclui a diretora.

Bons frutos

O pedido de convênio partiu da Pastoral Carcerária e foi aprovado na Assembleia Paroquial, após uma experiência bem sucedida com um ex-detento, que hoje trabalha em uma construtora da região.

As expectativas com a participação dos detentos na reforma são ótimas, pois tivemos uma pessoa que trabalhou conosco como eletricista durante e após o cumprimento da pena. Chegamos a indicá-lo para uma construtora e hoje ele tem carteira assinada”, relata a coordenadora da Pastoral Carcerária, Palestre Maria do Carmo Mário.

Na Matriz de Santana, localizada no centro de Lavras, os detentos fazem o reboco e a pintura externa. No Recanto Sagrado Coração de Jesus, local onde são realizados retiros espirituais e encontros, não falta trabalho, pois são 45 suítes, refeitório, capela, auditório e jardins.

Os trabalhos são de pedreiro, serralheiro, marceneiro, pintor, jardineiro e bombeiro, para executar entre outros serviços a troca de revestimento, piso e reboco, além de reformas no jardim e parte hidráulica.

01/12/11

Gostou? Então compartilhe!

Tags:

Comente esta notícia

LEIA AS REGRAS: Comentários que contenham palavrões, ofensas ou que não tenham relação com o assunto tratado na notícia podem ser deletados sem nenhum aviso. Em hipótese alguma faça propagandas de outros sites ou blogs. OBS: Os comentários dos leitores não refletem a opinião de O LAVRENSE
Comentário(s)
3 Comentário(s)

3 comentários:

  1. Antenor09:50

    As coisas estão melhorando. até que enfim estão botando esses criminosos para trabalhar.

    ResponderExcluir
  2. Ressocialização pelo trabalho é a saída para os infratores e sociedade. Parabéns pela iniciativa e confiança na recuperação do ser humano.

    ResponderExcluir
  3. Anônimo13:02

    NÃO VAMOS JULGALOS COMO CRIMINOSOS,PORQUE NEM TODOS QUE ESTÃO LÁ O SÃO ,PORQUE TODOS SÃO SERES HUMANOS E ESTÃO DETIDOS PARA PAGAREM OS SEUS ERROS.QUE BOM QUE VÃO TRABALHAR PARA A SOCIEDADE,E ASSIM OCUPAREM A CABEÇA,PORQUE MENTE VASIA É OFICINA DO DIABO...QUE DEUS OS ABENÇÕEM.NUNCA JOGUEM PEDRAS NO TELHADO DOS OUTROS,POIS O SEU TAMBÉM É DE VIDRO...

    ResponderExcluir