-->

Defesa Civil de Lavras distribui hipoclorito de sódio para moradores vítimas de enchente

A Defesa Civil de Lavras começou na manhã desta terça-feira (10) a distribuir hipoclorito de sódio para os moradores limparem as casas atingidas pela chuva.

Segundo o órgão, o ribeirão que corta o município voltou ao nível normal. Na segunda-feira (9), a Prefeitura de Lavras já havia decretado situação de emergência na cidade.

Um dos principais problemas é a leptospirose, doença causada por uma bactéria encontrada na urina do rato e que pode entrar pela pele humana. Se a pessoa tiver contato com a água ou a lama da enchente precisa ficar atenta aos sintomas como febre, dor muscular, náuseas e dor de cabeça. Nesse caso, será preciso procurar um médico imediatamente e relatar que teve contato com alagamentos.

Agentes da Vigilância Epidemiológica percorrem área atingida pela enchente. Foto: Prefeitura Divulgação

Outra doença que pode surgir é a hepatite A, que pode ser transmitida pela água misturada com esgoto humano. As enchentes também aumentam o risco de diarréia aguda, causada por bactérias, vírus e parasitas, além da febre tifóide, causada pela bactéria encontrada nas fezes de animais.

11/01/12

Gostou? Então compartilhe!

Tags:

Comente esta notícia

LEIA AS REGRAS: Comentários que contenham palavrões, ofensas ou que não tenham relação com o assunto tratado na notícia podem ser deletados sem nenhum aviso. Em hipótese alguma faça propagandas de outros sites ou blogs. OBS: Os comentários dos leitores não refletem a opinião de O LAVRENSE
Comentário(s)
0 Comentário(s)

0 comentários: