-->

Seguro Obrigatório de 2012 não terá valor reajustado

O Seguro Obrigatório (Dpvat) de 2012 não será reajustado, conforme decisão do Conselho Nacional de Seguro Privado (CNSP). Os proprietários de automóveis vão pagar o mesmo valor do ano passado, R$ 101,16.

O Dpvat é pago pelos proprietários de veículos de todo o país. O dinheiro é usado para indenizar as vítimas de acidentes de trânsito, independentemente de quem tenha sido culpado.

"Já era esperada esta decisão, pois o aumento da frota circulante brasileira e as medidas de gestão administrativas e operacionais adotadas vêm assegurando o equilíbrio da carteira", afirmou o diretor-presidente da Seguradora Líder, Ricardo Xavier. A seguradora é responsável pela cobrança e pagamento das indenizações do Dpvat.

Os ônibus e micro-ônibus de aluguel e aprendizagem pagaram neste ano R$ 396,49. Já os proprietários de ônibus particulares tiveram que desembolsar R$ 247,42. O seguro do caminhão e caminhonete ficou em R$ 105,68. Donos de motos, a categoria com maior peso nos sinistros, pagaram R$ 279,27.

Segundo dados da Seguradora Líder, as indenizações pagas em todo o país às vítimas de acidentes de trânsito ou seus beneficiários somaram R$ 1,876 bilhão até outubro deste ano, 16% a mais que nos dez primeiros meses de 2010. Em quantidade, foram pagas 289.907 indenizações de janeiro a outubro deste ano, 46% acima do acumulado no mesmo período do exercício passado.

A indenização por morte é de R$ 13.500. Já o valor pago por invalidez pode chegar a R$ 13.500. O cálculo é feito pelo tipo de sequela que a pessoa sofreu.

Ricardo Xavier lembra que a frota circulante totalizou 67.933.771 unidades até outubro deste ano. Em relação ao mesmo mês do ano passado, a frota teve crescimento de 8,98%.

16/01/12

Gostou? Então compartilhe!

Tags:

Comente esta notícia

LEIA AS REGRAS: Comentários que contenham palavrões, ofensas ou que não tenham relação com o assunto tratado na notícia podem ser deletados sem nenhum aviso. Em hipótese alguma faça propagandas de outros sites ou blogs. OBS: Os comentários dos leitores não refletem a opinião de O LAVRENSE
Comentário(s)
0 Comentário(s)

0 comentários: