-->

Denúncia sobre assalto mobilizou a polícia de Lavras

Uma suspeita de assalto mobilizou a polícia militar no centro de Lavras no inicio da tarde desta quarta-feira (11). Viaturas e motos da PM cercaram um carro forte e impediram o trânsito na Praça Dr. Augusto Silva.

Movimentação dos militares chamou a atenção e atraiu muitos curiosos que passavam pelo centro.

A movimentação aconteceu depois do aviso de vigilantes de uma agência bancária. Eles não conheciam a empresa responsável pelo veículo e temendo um assalto aciononaram os militares. A transportadora de valores não é a mesma que presta serviço para o banco, mas tudo não passou de um mal entendido.

O serviço de segurança foi contratado por um novo supermercado que se instalou recentemente na cidade. O carro forte foi fazer o transporte do dinheiro que seria utilizado para fazer o pagamento dos funcionários do supermercado.

11/04/12

Gostou? Então compartilhe!

Tags:

Comente esta notícia

LEIA AS REGRAS: Comentários que contenham palavrões, ofensas ou que não tenham relação com o assunto tratado na notícia podem ser deletados sem nenhum aviso. Em hipótese alguma faça propagandas de outros sites ou blogs. OBS: Os comentários dos leitores não refletem a opinião de O LAVRENSE
Comentário(s)
3 Comentário(s)

3 comentários:

  1. Ricardo Gorgulho10:20

    Acho que a polícia devia orientar as pessoas quanto a esse tipo de coisa. fica um monte de gente la perto pra acompanhar a ação dos policiais e isso pode ser muito perigoso. nesse caso não era um assalto de verdade. mas e se fosse? e se os bandidos reagissem e efetuassem disparos? e se houvesse uma troca de tiros entre a policia e os marginais?? acho muito arriscado correr pra acompanhar bem de perto esse tipo de ocorrência... uma imbecilidade que pode resultar em tragédia. os militares deviam orientar a população quando a isso.

    ResponderExcluir
  2. José Rodrigues Alves11:40

    o gorducho, deixa a gente se divertir, só assim mesmo para ver alguma movimentação da polícia e gente presa, já que jamais veremos nossos dirigentes públicos ser levados presos, mesmo com culpa no artório, e não temos nem o direito de comer um lanche no escritório de um deles, feito pelo sobrinho.

    ResponderExcluir
  3. Anônimo12:22

    Primeiramente o supermercado, deveria ter comunicado a agencia e a Polícia Militar, Sobre o veiculo sendo que o mesmo é diferente do que presta serviços na agencia. Pois com falta de comunicação poderia ter ocasionado algo mais grave. Que isso sirva para as outras empresas ao contratar uma empresa de "segurança de valores",favor comunicar a agencia bancaria e Polícia Militar para evitar transtornos.

    ResponderExcluir