-->

Professores da Federal de Lavras entram em greve

Os professores da Universidade Federal de Lavras (UFLA) decidiram aderir à paralisação proposta pelo Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes-SN). A paralisação na UFLA teve início nesta quinta-feira (17), com a aprovação de 116 docentes, oito votos contrários e seis abstenções.

De acordo com o presidente da Associação dos Docentes da Universidade Federal de Lavras (Adufla – seção sindical), Samuel Pereira Carvalho, foi decidido que a paralisação será por tempo indeterminado, tendo como justificativa a reestruturação da carreira docente. “O que se espera é que o governo apresente a proposta para a reestruturação da carreira, para que sejam retomadas as negociações”, destacou.

Desde agosto de 2011, Governo e Andes negociam as pendências para a valorização da carreira docente federal, por meio de oficinas de trabalho, para a elaboração e aprovação de uma proposta acordada entre as partes, com prazo máximo para a definição até 31 de março de 2012. Porém, as negociações não evoluíram, sobretudo no que tange à reestruturação da carreira, principal reinvindicação da classe.

Na segunda-feira (14), o governo federal publicou medida provisória garantindo aumento de 2% a 31% nas remunerações de carreiras de 15 categorias. Ao todo, 937,6 mil servidores serão contemplados, entre ativos, aposentados e pensionistas. De acordo com a medida provisória, cerca de 140 mil docentes terão reajuste de 4% ao salário-base e sobre a Retribuição por Titulação da Carreira do Magistério Superior (RT), retroativo a março, além da incorporação ao vencimento básico das Gratificações Específicas do Magistério Superior (Gemas) e de Atividade Docente do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico (GEDBT).

Segundo o professor Samuel Carvalho, na avaliação do Andes, a medida representa o cumprimento de apenas uma parte do acordo com o governo. A greve dos docentes será deflagrada visando especialmente à reestruturação da carreira.

Nesta quinta-feira (17), haverá uma assembleia geral estudantil, às 14 horas, no Restaurante Universitário (RU), tendo como pauta a greve dos professores. A iniciativa do Diretório Central dos estudantes (DCE) tem como objetivo informar o estudante sobre a greve e a importância do estudante nesse processo.

17/05/12

Fonte: Ascom Ufla

Gostou? Então compartilhe!

Tags:

Comente esta notícia

LEIA AS REGRAS: Comentários que contenham palavrões, ofensas ou que não tenham relação com o assunto tratado na notícia podem ser deletados sem nenhum aviso. Em hipótese alguma faça propagandas de outros sites ou blogs. OBS: Os comentários dos leitores não refletem a opinião de O LAVRENSE
Comentário(s)
0 Comentário(s)

0 comentários: