-->

Técnicos Administrativos da Federal de Lavras entram em greve

Técnicos Administrativos da Universidade Federal de Lavras (UFLA) aderiram ao movimento nacional das instituições de Ensino Superior e entraram em greve  por tempo indeterminado a partir desta terça-feira (12).

A decisão segue o indicativo da Federação de Sindicatos de Trabalhadores Técnico-Administrativos em Instituições de Ensino Superior Públicas do Brasil – Fasubra, que decidiu pela greve em plenária nacional realizada nos dias 3 e 4 de junho.

Em ofício enviado ao ministro da Educação, Aloizio Mercadante, a greve é justificada pela falta de avanço nas negociações com o Governo Federal com relação aos itens da pauta de negociação, que inclui o reajuste salarial (piso de três salários mínimos e step de 5%), racionalização dos cargos, reposicionamento dos aposentados, alteração na Lei de Incentivo à Qualificação, devolução do Vencimento Básico Complementar Absorvido, isonomia salarial e de benefícios entre os Três Poderes.

De acordo com o diretor-presidente do Sindufla, Evaristo Gomes Guerra Neto, a pauta específica da UFLA luta prioritariamente pelo reajuste salarial, revisão do plano de cargos e mais contratações para acompanhar o crescimento da Universidade. Existem cerca de 700 profissionais filiados ao Sindufla, entre efetivos, aposentados e pensionistas.

Nesta terça-feira (12), às 8 horas, no Pavilhão 5 da Universidade, foi realizada uma assembleia para a formação do comitê de greve e oficialização das diretrizes.

Em 2011, os técnicos administrativos permaneceram 103 dias em greve, sem conquistar nenhuma das reinvindicações em pauta. Os docentes da UFLA estão em greve há 27 dias.

12/06/12

Fonte: Ascom Ufla

Gostou? Então compartilhe!

Tags:

Comente esta notícia

LEIA AS REGRAS: Comentários que contenham palavrões, ofensas ou que não tenham relação com o assunto tratado na notícia podem ser deletados sem nenhum aviso. Em hipótese alguma faça propagandas de outros sites ou blogs. OBS: Os comentários dos leitores não refletem a opinião de O LAVRENSE
Comentário(s)
0 Comentário(s)

0 comentários: