-->

Pouca Vogal se apresenta em Lavras neste sábado (21)

O Pouca Vogal, formado por Humberto Gessinger e Duca Leindecker, se apresenta em Lavras no sábado (21) no Gran Finalle. O show  começa  01h30.

O duo é um projeto paralelo dos dois músicos, que resolveram dar um tempo em suas bandas, Engenheiros do Hawaii e Cidadão Quem, para dedicarem-se a uma experiência nada convencional e inédita na música pop nacional.

Os músicos se conheceram quando ainda eram jovens, e fizeram colaborações musicais para os trabalhos de seus grupos. Em 2008, quando o Engenheiros e a Cidadão Quem resolveram dar uma pausa, eles se uniram para formar o Pouca Vogal.

O nome pode até parecer sem sentido à primeira vista, mas com um pouco de percepção ele é facilmente entendido. Seus sobrenomes são carregados de consoantes e carecem de vogais e foi daí que se criou a marca da dupla.

Apesar de serem apenas dois instrumentistas em cima do palco, as músicas são apresentadas com arranjos complexos. Para conseguir essa façanha com uma formação enxuta, simultaneamente, Leindecker canta e toca instrumentos de corda e percussão com os pés. Enquanto isso, Gessinger também canta e toca instrumentos de corda, piano, baixo com os pés (através de um MIDI Pedalboard) e ainda faz solos de gaita.

"Nos revezamos em vários instrumentos, não usamos trilhas pré-gravadas. É um formato único e super intenso. Optamos por nos apresentar com essa configuração, pois só assim conseguiríamos escapar daquele formato de banda, do qual já estávamos saturados. Mas, por outro lado, não queríamos fazer algo do tipo 'voz e violão'. É uma sonoridade bem rica, que surpreende o público. Um show como as pessoas nunca viram.", explica Gessinger.

20/07/12

Gostou? Então compartilhe!

Tags:

Comente esta notícia

LEIA AS REGRAS: Comentários que contenham palavrões, ofensas ou que não tenham relação com o assunto tratado na notícia podem ser deletados sem nenhum aviso. Em hipótese alguma faça propagandas de outros sites ou blogs. OBS: Os comentários dos leitores não refletem a opinião de O LAVRENSE
Comentário(s)
0 Comentário(s)

0 comentários: