-->

Professores da UFLA rejeitam proposta do Governo Federal

Em greve há 75 dias , os professores da Universidade Federal de Lavras (UFLA), realizaram uma assembléia na tarde de segunda-feira (30), e decidiram, por unanimidade, recusar a proposta apresentada pelo governo para a carreira docente.

A assembleia, que contou com a presença de cem professores, também deliberou sobre os encaminhamentos do Comando Nacional de Greve (CNG/Andes-SN), que se reunirá na próxima quarta-feira (1º), em Brasília, às 21h, com os representantes do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG).

Após a rejeição da proposta, os depoimentos dos professores presentes na assembleia sinalizaram para a tentativa de construção de uma contraproposta que englobe a desejada reestruturação da carreira de magistério superior.

Na quarta-feira (1º), os professores da UFLA se reúnem com o Comando Local de Greve dos Técnicos Administrativos para deliberações sobre a greve e ações conjuntas. Nesta terça-feira, a greve dos professores completa 75 dias e a dos técnicos administrativos da UFLA 50 dias.

Na UFLA, cerca de oito mil estudantes permanecem sem aulas. É necessário o encerramento da greve para a reorganização do calendário escolar, que será colocado em debate por uma comissão especial que terá a participação de representantes da Pró-Reitoria de Graduação (PRG), Pró-Reitoria de Pós-Graduação (PRPG) e representações estudantis e sindicais, sendo posterirmente levado à votação pelo Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe).

31/07/12
 * Com informações da Ascom Ufla

Gostou? Então compartilhe!

Tags:

Comente esta notícia

LEIA AS REGRAS: Comentários que contenham palavrões, ofensas ou que não tenham relação com o assunto tratado na notícia podem ser deletados sem nenhum aviso. Em hipótese alguma faça propagandas de outros sites ou blogs. OBS: Os comentários dos leitores não refletem a opinião de O LAVRENSE
Comentário(s)
0 Comentário(s)

0 comentários: