-->

Conheça as profissões com melhores salários

O Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) divulgou ontem ranking com 48 ocupações profissionais regulamentadas no país com formação superior que aponta os maiores salários e a geração de empregos de cada uma delas. O levantamento coloca medicina no topo com ganho médio mensal de R$ 8.459,45 e traz informações sobre a taxa de ocupação, jornada de trabalho e cobertura previdenciária.

Os números foram apresentados a jornalistas em uma videoconferência direto de Brasília e revelam que a carreira militar, depois da de medicina, devido ao viés público, é a segunda mais bem paga com salário em torno de R$ 7,6 mil. Além disso, tem vantagens como taxa de ocupação superior a 90% e a maior cobertura previdenciária atingindo 97% dos trabalhadores.

Na parte de baixo do ranking estão profissionais ligados à atividades religiosas e à filosofia, com salários médios de R$ 2,1 mil e R$ 2,3 mil, respectivamente. Filosofia ainda aparece com a menor taxa de ocupação: 89%.

A pesquisa comparou a performance das profissões e reuniu dados entre os anos de 2009 e 2012, quando foram gerados oficialmente, segundo fonte do governo federal, um total de 304.317 postos de trabalho com formação de nível superior.

O levantamento mostra, por exemplo, que o segmento de analistas da tecnologia da informação foi o que mais gerou empregos no período com 49.535 vagas. Isso colocou os profissionais da área da computação na 22ª posição no ranking com salário médio de R$ 3.802,43 e atingido taxa de ocupação superior a 93%.

Já na ponta de baixo, as profissões que menos geraram empregos foram de arquitetos e urbanistas com 3.802 postos de trabalho. Por outro lado, eles ocupam a 11ª posição no ranking salarial com vencimento médio R$ 4,7 mil e têm ótima taxa de ocupação, que chega a empregar 94% dos profissionais com nível superior.

Segundo o Ipea, o levantamento usa como base microdados fornecidos pelo Censo 2010 demográfico do IBGE, além informações oficiais do Caged (Cadastro Geral de Emprego e Desemprego), do Governo Federal.

Média geral

O estudo do Ipea mostra ainda que salário real médio dos profissionais com nível superior tem se comportado favoravelmente ao longo dos últimos quatro anos, período que foi feita a pesquisa. Considerando os preços de dezembro de 2012 já descontada a inflação, passou de pouco mais de R$ 2 mil em janeiro de 2009 para cerca de R$ 2,4 mil, o que representa um aumento real de 16% no período.

Gostou? Então compartilhe!

Tags:

Comente esta notícia

LEIA AS REGRAS: Comentários que contenham palavrões, ofensas ou que não tenham relação com o assunto tratado na notícia podem ser deletados sem nenhum aviso. Em hipótese alguma faça propagandas de outros sites ou blogs. OBS: Os comentários dos leitores não refletem a opinião de O LAVRENSE
Comentário(s)
0 Comentário(s)

0 comentários: