-->

Propaganda com imagem retocada pode ter que exibir advertência

Produtos que prometem rápido emagrecimento ou ganho de massa muscular podem começar a encalhar nas prateleiras. Isso porque a Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática da Câmara Federal aprovou uma proposta que obriga a exibição de advertência em peças publicitárias de tratamentos e terapias que utilizam retratos retocados de pessoas para alterar suas características físicas. De acordo com o projeto, esse tipo de anúncio terá de trazer a mensagem “imagem retocada para alterar a aparência física da pessoa retratada”.

O texto original, do deputado Wladimir Costa (PMDB-PA), previa a publicação da advertência em todas as imagens melhoradas utilizadas em veículos de comunicação, mas valeu a mudança do relator, deputado Sandro Alex (PPS-PR), que critica o padrão de beleza "único e irreal, baseado na extrema magreza", criado pela manipulação de imagens. O responsável pela imagem poderá ser punido com multa de até R$ 50 mil, cobrada em dobro na reincidência. Segundo a Agência Câmara, o projeto segue agora para análise conclusiva das comissões de Defesa do Consumidor e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

23/08/13

Gostou? Então compartilhe!

Tags:

Comente esta notícia

LEIA AS REGRAS: Comentários que contenham palavrões, ofensas ou que não tenham relação com o assunto tratado na notícia podem ser deletados sem nenhum aviso. Em hipótese alguma faça propagandas de outros sites ou blogs. OBS: Os comentários dos leitores não refletem a opinião de O LAVRENSE
Comentário(s)
1 Comentário(s)

1 comentários:

  1. Marinho10:31

    Ainda tem trouxa que acredita nessas montagens ridículas.

    ResponderExcluir