-->

Especialista diz que refrigerante pode fazer parte de dieta saudável; excesso é o problema

Amparado no que é sabido há muito pela sabedoria popular, o presidente da Associação Brasileira de Nutrologia (Abran), Durval Ribas Filho, defende que o consumo de refrigerante pode conviver com uma dieta saudável, e o que é de mais é sobra. Ele explica o porquê de nos dias atuais a bebida ter virado sinônimo de malefício à saúde. “Antes, o refrigerante era consumido, na maioria das vezes, no final de semana. Não havia o excesso", recorda o médico que explica mais sobre a bebida. "O que é o refrigerante? É água com corante e açúcar. Portanto, se a pessoa, ao invés de ingerir água, beber o refrigerante, estará consumindo água com açúcar, um componente energético à base de carboidratos.

O grande problema está no consumo exagerado", argumenta. Segundo ele, um copo de 200 ml de refrigerante contém aproximadamente 20g de açúcar, e a água compõe entre 87% e 99% da bebida. Ainda de acordo com o nutrólogo, a quantidade ideal para ingerir “refri” varia de acordo com a idade, com o peso corporal, com os costumes e com a alimentação cotidiana da pessoa. O refrigerante ainda, segundo Durval, pode ajudar na hidratação, uma vez que o sabor incentiva a que as pessoas consumam mais líquido. Informações da EFE.

Gostou? Então compartilhe!

Tags:

Comente esta notícia

LEIA AS REGRAS: Comentários que contenham palavrões, ofensas ou que não tenham relação com o assunto tratado na notícia podem ser deletados sem nenhum aviso. Em hipótese alguma faça propagandas de outros sites ou blogs. OBS: Os comentários dos leitores não refletem a opinião de O LAVRENSE
Comentário(s)
0 Comentário(s)

0 comentários: