-->

Prefeitura de Lavras vai intensificar a fiscalização do descarte de material da área de saúde

Uma força tarefa da prefeitura de Lavras vai apurar as denúncias de que profissionais da área de odontologia estariam descartando resíduos de saúde misturados ao lixo comum, desrespeitando a Legislação Federal da Agência Nacional de Vigilância Sanitária e colocando em risco toda a população. Os riscos são vazamento de produto biológico ao Meio Ambiente, ocasionando inclusive a possibilidade de infecções por micro-organismos patogênicos, como os vírus da Hepatite C, Hepatite B, AIDS, e outros, risco de contaminação por produtos químicos altamente tóxicos como mercúrio e reveladores.

O material de radiologia utilizado em consultórios odontológicos produz risco ambiental quando não descartado de forma correta, pois a prata, presente em soluções químicas utilizadas durante o processo de revelação, é considerado tóxico para o ser humano.

Para evitar esse tipo de situação, a Vigilância em Saúde fará parte de uma Força Tarefa, junto com a Secretaria de Meio Ambiente e a Assessoria de Desenvolvimento Econômico, que irá fiscalizar cada situação e concederá aos bons profissionais o Alvará Sanitário. Já aos que estiverem colocando em risco a saúde da população serão aplicadas as normas previstas na Legislação, que vão desde advertência até multas e cassação do Alvará de Funcionamento.

Segundo a Assessoria de Imprensa da Prefeitura, todas as irregularidades serão encaminhadas ao Conselho Regional de Odontologia e, se necessário, ao Ministério Público Estadual.

05/09/13

Gostou? Então compartilhe!

Tags:

Comente esta notícia

LEIA AS REGRAS: Comentários que contenham palavrões, ofensas ou que não tenham relação com o assunto tratado na notícia podem ser deletados sem nenhum aviso. Em hipótese alguma faça propagandas de outros sites ou blogs. OBS: Os comentários dos leitores não refletem a opinião de O LAVRENSE
Comentário(s)
1 Comentário(s)

1 comentários:

  1. Anônimo08:21

    Uma observação: o Virus da AIDS(HIV) não sobrevive fora do organismo. Médico responde dúvidas de internautas sobre a Aids e o vírus HIV.
    Quem dá as respostas é o Dr. Luiz Carlos Pereira Jr., do Instituto de Infectologia Emílio Ribas, em São Paulo.

    Quanto tempo o vírus sobrevive fora do corpo?
    O vírus HIV é muito frágil e não sobrevive fora das células humanas. Portanto, quando sangue, lágrimas ou suor secam, o risco de transmitir é zero.


    Lembrando da importância da fiscalização e se constatada falhas no descarte destes materiais, a elaboração de penalidades severas. Visando que se trata da saúde de coletores urbanos e riscos ambientais.

    ResponderExcluir