-->

Médico é preso após mulher morrer à espera de atendimento em hospital de Lavras

Um médico foi preso em flagrante suspeito de negligência no atendimento de uma paciente com parada cardiorrespiratória na manhã desta segunda-feira (7), em Lavras. Segundo o Corpo de Bombeiros, Vita de Lourdes Matheus, de 55 anos, foi atendida em casa e levada para o pronto-socorro da cidade.

A paciente já chegou ao hospital com parada cardiorrespiratória e enquanto ela não era atendida pelo médico de plantão, a equipe de resgate tentava reanimar a vítima com massagem cardíaca. Ainda segundo os bombeiros, o médico levou cerca de 20 minutos para atender a dona de casa, que morreu no momento em que o plantonista chegou ao local.

A Polícia Militar foi acionada. O médico foi preso em flagrante e encaminhado para a delegacia da cidade. De acordo com informações do delegado regional de Lavras, Ailton Pereira, em depoimento, o médico disse que estava na sala de descanso do hospital quando foi informado pela enfermeira que havia uma mulher aguardando atendimento em estado grave.

Ele disse ter ido ao banheiro lavar as mãos antes de atender o chamado, mas confessou à polícia que ele demorou a atender a mulher. O clínico geral era o único médico plantonista no hospital. A vítima morreu logo após ele ter chegado para o atendimento. Após o depoimento, por volta das 14h, o médico foi liberado ao pagar fiança de R$ 5 mil.

Ainda de acordo com o delegado, ele responderá a processo em liberdade por homicídio culposo (quando não há a intenção de matar) e relevância da omissão (quando a pessoa tinha a obrigação e podia agir para evitar a morte). As informações são do G1.

08/10/13

Gostou? Então compartilhe!

Tags: ,

Comente esta notícia

LEIA AS REGRAS: Comentários que contenham palavrões, ofensas ou que não tenham relação com o assunto tratado na notícia podem ser deletados sem nenhum aviso. Em hipótese alguma faça propagandas de outros sites ou blogs. OBS: Os comentários dos leitores não refletem a opinião de O LAVRENSE
Comentário(s)
18 Comentário(s)

18 comentários:

  1. Judith Sales14:24

    Por que não divulgaram o nome do médico e do hospital? se fosse um pobre davam até o CPF né! Esse país não tem jeito mesmo!!!

    ResponderExcluir
  2. Anônimo14:53

    Gentileza divulgar nome do médico e hospital, visto que isso não é uma informação privada.

    ResponderExcluir
  3. Inês15:11

    Meus sentimentos à família desta senhora. que fato lamentável.

    ResponderExcluir
  4. Anônimo16:12

    Que absurdo, a informação neste caso deveria ser completa dando nome do hospital e médico.Coitados dos familiares...

    ResponderExcluir
  5. Anônimo16:40

    E pensar que Lavras já teve uma medicina invejável no sul de minas !

    ResponderExcluir
  6. Anônimo16:45

    gente era minha mae estamos todos sentindos um sentimento de frustaçao

    ResponderExcluir
  7. Anônimo18:04

    Foi no P. A !!! O médico fica fácil de descobrir ! Pois o que mas tem ali , são funcionários incompetentes e fofoqueiros !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo19:36

      Você esta equivocado. Esse caso aconteceu foi no pronto socorro da Santa Casa de Lavras.

      Excluir
    2. Anônimo04:02

      Obrigado !!! Viu como é que se descobrem as coisas , agora de o nome do açougueiro !!!

      Excluir
    3. Anônimo08:32

      o nome do médico é Marcelo Figueiredo Souza da Costa

      Excluir
    4. Anônimo08:34

      ele atende no PSF da Vila São Francisco

      Excluir
    5. Anônimo11:04

      O nome , do Peão !!! Não nós esconda , está esperada informação, ao maravilhoso povo lavrense !!!!!!

      Excluir
  8. Anônimo10:09

    Demorou!!!!!!!! A policia precisa ir atras de vários que agem neste sentido. Em setembro estive com meu pai num PA próximo do bombeiro. Meu pai passou com um médico que trabalhava aqui em São Paulo e agora tá em Lavras. Meu pai passando mal, o levei para realizar o exame que o médico pediu., qdo retornei ele estava indo embora e mandou eu remarcar sendo que meu pai esta mal (81 ano com CA ). Se precisar levanto o nome e jogo no ventilador. O cidadão não ficou nem 15 min atendendo, e várias pessoas enfermas. Como não bastasse no dia seguinte socorri meu pai com ajuda do bombeiro e meu pai estava passando mal na maca eu chamei um médico novinho eu o chamei pra olhar meu pai ele falou que não podia . Isto é uma vergonha!!!! Tem que prender mesmo estes irresponsáveis!

    ResponderExcluir
  9. Anônimo13:46

    isso e fruto dos novos medicos.. que durante a faculdade so querem saber de barzinhos proximos as escolas

    ResponderExcluir
  10. Fato que muitos esqueceram de contar:

    ResponderExcluir
  11. Anônimo08:41

    Ouvi dizer que esta senhora, que Deus a tenha, sofria de doença renal grave e que recentemente, foi operada por um problema no joelho e estava em período de recuperação. Falaram tbem que o ortopedista ficou muito receoso em operá-la pois sabia que era muito arriscado durante e após a cirurgia? Falaram que ele poderia ter tido embolia pulmonar por causa desta cirurgia...

    ResponderExcluir
  12. Anônimo11:16

    queria ver se fose a mae dese imcompetente

    ResponderExcluir