-->

Estudo afirma que ficar sentado torna a vida mais curta

Que o sedentarismo faz mal à saúde, quase todo mundo está cansado de saber. O que ninguém imaginava é que um novo estudo acaba de revelar é que ficar seis horas por dia sentado pode provocar efeitos permanentes. Por exemplo, o risco de morte pode aumentar em 18% para os homens e 37% para as mulheres. "Passar muito tempo sentado, independentemente do nível de atividade física [do indivíduo], provoca consequências metabólicas importantes", informam os autores do estudo, realizado pela Sociedade Americana do Câncer.

O levantamento acompanhou 123 mil homens e mulheres ao longo de 13 anos. O pior é que esse risco aumenta mesmo se a pessoa estiver em forma e praticar exercícios regularmente. Motivo: depois de algumas horas sem caminhar, o organismo interrompe a produção da lipase, uma enzima que os músculos usam para queimar gordura. Essa gordura circula no corpo, onde eleva os níveis de triglicérides e mau colesterol (LDL), o que aumenta o risco de doenças cardiovasculares. Informações da Superinteressante.

30/01/14

╝ Leia também:
Verão aumenta risco 
de formação de
pedra nos rins
Fechar a boca pode emagrecer mais 
do que exercício
Conheça algumas manias que fazem perder tempo 
em academia

Gostou? Então compartilhe!

Tags:

Comente esta notícia

LEIA AS REGRAS: Comentários que contenham palavrões, ofensas ou que não tenham relação com o assunto tratado na notícia podem ser deletados sem nenhum aviso. Em hipótese alguma faça propagandas de outros sites ou blogs. OBS: Os comentários dos leitores não refletem a opinião de O LAVRENSE
Comentário(s)
0 Comentário(s)

0 comentários: