-->

Rede de Repúblicas Protegidas começa a funcionar em Lavras

Lançamento oficial da rede foi a Dedo de Moça. Foto: PM divulgação
A Polícia Militar de Lavras iniciou nesta terça-feira (25), a operacionalização da primeira Rede de Repúblicas Protegidas do país, cobrindo, inicialmente, 31 das 150 repúblicas do município. A expectativa da corporação é de que as demais casas coletivas de alunos venham a aderir ao processo ao longo deste ano. A República escolhida para lançamento oficial da rede foi a Dedo de Moça, que fica no Bairro Centenário.

De acordo com a coordenadora do projeto, tenente Edlaine Andrade de Paulo, do 8º Batalhão da PM, as repúblicas que manifestaram interesse em participar da ação serão identificadas com placas e manterão vigilância mútua entre elas. “Caberá aos moradores repassar informações à PM por meio de mídias sociais ou telefonemas”, resume.

Ainda segundo a policial, essa ação será reforçada durante as férias e em feriados prolongados, quando PMs que atuam no policiamento do campus da Ufla serão remanejados e passarão a percorrer os endereços dos estudantes, reforçando o policiamento. “Nosso intuito é ampliar a sensação de segurança. Acreditamos que, com a divulgação do processo e os resultados positivos, haverá mais adeptos à rede”, disse.


A ação teve origem no projeto Rede de Vizinhos Protegidos instituído em 2004 pelo 34º BPM, em Belo Horizonte. “Nosso maior trunfo para que haja adesão maior de repúblicas em Lavras é o êxito da Rede de Vizinhos Protegidos”, afirma a tenente Edilaine.

Saiba como funciona:

- Marca. As moradias coletivas de estudantes que participam da Rede de Repúblicas Protegidas serão identificadas com uma placa.
- Comunicação. Mediante algum sinal de ameaça, estudantes universitários e vizinhos das repúblicas acionam a Polícia Militar (PM) por meio de contato com policiais de plantão ou notificações em redes sociais, como Facebook, Twitter e WhatsApp.

- Logística. Ao receber o chamado, a Central de Operações da PM aciona as viaturas da corporação mais próximas, para que verifiquem a situação relatada. Policiais que estiverem em serviço nas imediações também se deslocarão para o endereço da república.

- Expansão. Nas férias, a Patrulha Universitária, que atua no policiamento do campus da Universidade Federal de Lavras, vai percorrer a região das repúblicas e notificar os estudantes sobre a situação dos imóveis.

26/02/14

Gostou? Então compartilhe!

Tags:

Comente esta notícia

LEIA AS REGRAS: Comentários que contenham palavrões, ofensas ou que não tenham relação com o assunto tratado na notícia podem ser deletados sem nenhum aviso. Em hipótese alguma faça propagandas de outros sites ou blogs. OBS: Os comentários dos leitores não refletem a opinião de O LAVRENSE
Comentário(s)
1 Comentário(s)

1 comentários:

  1. Anônimo23:29

    infelislimente a policia nao esta pondo medo en niguem temos que rezar muito

    ResponderExcluir