-->

UFLA integra ranking mundial de universidades verdes

A Universidade Federal de Lavras ocupa o primeiro lugar na América Latina no ranking de universidades sustentáveis e amigáveis ao meio ambiente. O anúncio foi feito pela Universidade da Indonésia que publicou uma nova edição do ranking "IU GreenMetric", que avalia a sustentabilidade e respeito pelo meio ambiente nas instituições de ensino superior.

Na América Latina, Brasil, México e Colômbia são os melhores posicionados, com a Universidade Federal de Lavras, em 42, o primeiro na região. A Escola Politécnica da Costa do Equador é o segundo e o terceiro Universidade Nacional Autônoma do México.

Esta lista é liderada pelo King’s Meadow Campus, da Universidade de Nottingham (Inglaterra), oferecendo um ambiente verde resultou em florestas absolutamente belas e exuberantes. O segundo e o terceiro lugares são ocupados pela University College Cork National University, da Irlanda e Northeastern University (EUA), respectivamente.

Um dos programas que permitiram a Universidade de Nottingham ter o primeiro lugar é o sistema de telefone que permite que os alunos de alugar bicicletas para manobrar em torno do campus. Mapas interativos mostram ciclovias propostas e mais de 4.000 vagas de estacionamento.

Os resultados são calculados a partir de informações fornecidas pelas universidades, e está organizado em seis categorias principais: infra-estrutura e reparos (15%), energia e alterações climáticas (21%), gestão de resíduos (18 %), uso da água (10%), transporte (18%) e educação (18%).

28/02/14

Gostou? Então compartilhe!

Tags:

Comente esta notícia

LEIA AS REGRAS: Comentários que contenham palavrões, ofensas ou que não tenham relação com o assunto tratado na notícia podem ser deletados sem nenhum aviso. Em hipótese alguma faça propagandas de outros sites ou blogs. OBS: Os comentários dos leitores não refletem a opinião de O LAVRENSE
Comentário(s)
1 Comentário(s)

1 comentários:

  1. Anônimo03:33

    Nosso país deveria ocupar o primeiro lugar se houvesse mais interesse por parte dos governantes porque boas universidades temos em todo o território brasileiro.

    ResponderExcluir