-->

Brasil ocupa últimos lugares em teste de raciocínio; veja lista

A Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE) divulgou nesta terça-feira (1º) o resultado do Programa Internacional de Avaliação de Alunos (Pisa) que pela primeira vez avaliou a capacidade dos estudantes do mundo todo em resolver problemas de matemática aplicados à vida real. O Brasil ficou em 38º lugar – num total de 44 países. O resultado mostrou ainda que só 2% dos alunos brasileiros conseguiram resolver de matemática mais complexos. Entre os estrangeiros este número chegou a 11%.

No caso do Brasil, os meninos tiveram desempenho melhor que as meninas no teste. Os rapazes somaram 436 pontos contra 412 das moças.

Os últimos da lista foram Uruguai, Bulgária e Colômbia. Os países líderes são todos asiáticos: Cingapura, Coreia do Sul e Japão.

As habilidades não cognitivas foram testadas pela primeira pelo Pisa que é um exame reconhecido mundialmente por avaliar o desempenho dos estudantes em matemática, ciências e leitura. O Pisa é aplicado a cada três anos em alunos de 15 anos, faixa etária em que concluem o ciclo básico de ensino.

O último resultado foi divulgado em dezembro. Nas três disciplinas o Brasil teve desempenho abaixo entre os países da OCDE. Em matemática ficou em 58º lugar (foram 65 países analisados), foi o 55º em leitura e 59º em ciências.

MEC quer investir no ensino médio inovador

O presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Francisco Soares, disse em entrevista ao Bom Dia Brasil, que o governo quer investir na qualidade do ensino e aumentar a participação das escolas em um programa criado em 2009, que promove melhoria no currículo escolar e amplia a carga horária. “Há um programa que é o Ensino Médio Inovador, onde essa questão de ser capaz de resolver os problemas concretos que a vida coloca está no centro do projeto pedaógico”, diz Chico Soares.

Na semana passada, o Ministério da Educação anunciou a criação em parceria com o Instituto Ayrton Senna de estudo de pós-graduação para cursos no Brasil e no exterior para formar pesquisadores e professores que estudem os impactos das competências socioemocionais, como otimismo, responsabilidade, determinação e curiosidade, no aprendizado dos alunos.

Os detalhes das bolsas, como o número que será disponibilizado, os valores, tempo de permanência e perfil de quem poderá ser beneficiado será definido em edital da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal do Ensino Superior (Capes) que será publicado em até 90 dias.

O ministro da Educação, José Henrique Paim, afirmou que os estados e municípios que promoverem iniciativas que valorizem as competências socioemocionais dos alunos poderão recorrer a financiamentos do governo federal. “É um tema novo não é só no Brasil. Essa temática precisa ser estimulada em vários aspectos, seja na pesquisa, para formar massa crítica, seja no aspecto que envolve avaliação e implantação de políticas. Queremos também incentivar iniciativas que alguns estados têm, aquilo que o ministério achar condizente, vamos financiar.”

No total, foram avaliados 85 mil alunos de 15 anos em 44 países (veja a lista completa abaixo):

23º) Dinamarca – 497
24º) Portugal – 494
25º) Suécia – 491
26º) Rússia – 489
27º) Eslováquia – 483
28º) Polônia – 481
29º) Espanha – 477
30º) Eslovênia – 476
31º) Sérvia – 473
32º) Croácia – 466
33º) Hungria – 459
34º) Turquia – 454
35º) Israel – 454
36º) Chile – 448
37º) Chipre – 445
38º) Brasil – 428
39º) Malásia – 422
40º) Emirados Árabes – 411
41º) Montenegro – 407
42º) Uruguai – 403
43º) Bulgária – 402
44º) Colômbia – 399

1º) Cingapura – 562 pontos
2º) Coreia do Sul – 561
3º) Japão – 552
4º) China/Macau – 540
5º) China/Hong Kong – 540
6º) China/Xangai – 536
7º) China/Taipé – 534
8º) Canadá – 526
9º) Austrália – 523
10º) Finlândia – 523
11º) Reino Unido – 517
12º) Estônia – 515
13º) França – 511
14º) Holanda – 511
15º) Itália – 510
16º) República Checa – 509
17º) Alemanha – 509
18º) Estados Unidos – 508
19º) Bélgica – 508
20º) Áustria – 506
21º) Noruega – 503
22º) Irlanda

01/04/14

Fonte: G1

Gostou? Então compartilhe!

Tags:

Comente esta notícia

LEIA AS REGRAS: Comentários que contenham palavrões, ofensas ou que não tenham relação com o assunto tratado na notícia podem ser deletados sem nenhum aviso. Em hipótese alguma faça propagandas de outros sites ou blogs. OBS: Os comentários dos leitores não refletem a opinião de O LAVRENSE
Comentário(s)
0 Comentário(s)

0 comentários: