-->

Prefeitura libera trânsito em volta da Praça da Estação

A prefeitura de Lavras liberou o trânsito em volta da Praça Comendador José Esteves (Praça da Estação). O trânsito havia sido interrompido na região por causa das obras duplicação do Túnel da Zona Norte.

Durante o período em que o trecho esteve interditado foi construído o sistema de drenagem foi construído nas ruas Altamiro Pinto e Rufino Alves Costa, subida para a Cohab e Lavrinhas, passando sob a área onde ficarão os dois túneis, desaguando numa enorme caixa de coleta e seguindo por uma rede de 180 metros de extensão, com manilhas de um metro de diâmetro, até o Ribeirão Vermelho, na ponte existente na rua Custódio Moreira.

Segundo a prefeitura, o antigo túnel, que teve que ser rebaixado quase 1 metro para que a altura permita até a passagem de caminhões baú, o que sempre foi um problema para os moradores da zona norte, pois veículos pesados levando equipamentos ou móveis para os bairros antes do túnel tinham de dar a volta por outros bairros, como Nova Era e Nossa Senhora de Lourdes.

As empresas Copasa, Cemig e Oi aproveitaram para refazerem adequações em suas redes de serviços. Só para a passagem de cabos de fibra ópticas foram instalados cerca de 140 metros de novas tubulações.
A duplicação do Túnel da Zona Norte está orçada em aproximadamente 1,8 milhão de reais, sendo mais de 40% através de recursos próprios do Município, com o restante viabilizado por emendas parlamentares dos deputados Domingos Sávio e Fábio Cherem, além de rubrica da SETOP-MG.

╝ Leia também:
Carreta-escola do Senac
oferece cursos gratuitos
de beleza e moda
Prefeitura de Lavras
fará concurso
para 298 vagas
Número de casos
de dengue em Lavras
já passa de 500
05/06/14

Gostou? Então compartilhe!

Tags:

Comente esta notícia

LEIA AS REGRAS: Comentários que contenham palavrões, ofensas ou que não tenham relação com o assunto tratado na notícia podem ser deletados sem nenhum aviso. Em hipótese alguma faça propagandas de outros sites ou blogs. OBS: Os comentários dos leitores não refletem a opinião de O LAVRENSE
Comentário(s)
0 Comentário(s)

0 comentários: