-->

Alunos da rede estadual retomam as aulas nesta segunda

Nesta segunda-feira (14), mais de dois milhões de estudantes voltaram às aulas nas 3.674 escolas da rede pública estadual de ensino de Minas Gerais. Com o fim do recesso escolar, os alunos darão início ao segundo semestre letivo. De acordo com o calendário escolar, as aulas vão até o dia 19 de dezembro, contemplando 200 dias de aula, conforme estabelecido por lei.

Com o retorno das atividades letivas, começa o período do Cadastramento Escolar 2015. Neste ano, o cadastramento escolar vai ocorrer entre os dias 21 e 25 de julho. Pais e responsáveis interessados em garantir vaga para os filhos que vão ingressar em uma escola pública em Minas Gerais devem estar atentos ao prazo de realização do cadastro.

Documentos necessários

Para a inscrição no cadastro escolar, o pai, mãe ou responsável pelo aluno deverá apresentar original e cópia dos seguintes documentos: certidão de nascimento do candidato e conta de luz recente. Nos casos de transferência para as redes públicas ou retomada de estudos, os interessados também devem apresentar documento comprobatório expedido pela escola de origem. Os candidatos maiores de 18 anos poderão fazer a sua própria inscrição no cadastro escolar. A inscrição é isenta de pagamento de taxas por parte do candidato.

11/07/14

Gostou? Então compartilhe!

Tags:

Comente esta notícia

LEIA AS REGRAS: Comentários que contenham palavrões, ofensas ou que não tenham relação com o assunto tratado na notícia podem ser deletados sem nenhum aviso. Em hipótese alguma faça propagandas de outros sites ou blogs. OBS: Os comentários dos leitores não refletem a opinião de O LAVRENSE
Comentário(s)
4 Comentário(s)

4 comentários:

  1. Anônimo20:57

    As crianças na escola é sempre o melhor para elas, durante o mês da copa pude presenciar de longe na rua Mariana Botelho Santos, todo dia e tarde da noite crianças brincando perigosamente e nem sequer vi nenhuma das mães cuidando.

    ResponderExcluir
  2. Anônimo17:08

    hoje em dia ñ existe mais familia e sim Bolsa Familia , e lamentavel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo09:54

      Vc está sendo muito preconceituoso, a ausência dos pais não é privilégio das classe menos favorecidas que recebem o Bolsa Família. O modo de vida atual que praticamente obriga os pais e as mães a trabalharem para poder ter um padrão razoável de consumo entrega as crianças para creches ou babás delegando a educação das mesmas para terceiros.

      Excluir
    2. Anônimo07:57

      preconceito? a onde vc esta vendo ai? sabe de nada inoncente...

      Excluir