-->

Prefeito e vice-prefeito de Lavras têm o mandato cassado pelo TSE

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirmou, na noite desta quinta-feira (04), a decisão de terceira instância da cassação do prefeito e do vice-prefeito de Lavras, Marcos Cherem e Aristides Silva Filho, ambos do PSD, eleitos em 2012. Durante o julgamento pelos ministros do TSE, o recurso que havia sido impetrado pelos advogados do prefeito contra a cassação dele e de seu vice foi rejeitado.

A ação de impugnação de mandato eletivo foi proposta pela Coligação “Unidos por Lavras”, Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) e Silas Costa Pereira (PSDB) que acusam Cherem e seu vice Tide, de abuso de poder econômico e uso indevido de meios de comunicação na eleição de 2012.

Marcos Cherem  e o vice, Aristides Silva, recorreram ao TSE após terem sido cassados em segunda instância pelo Tribunal Regional Eleitoral, em Belo Horizonte, no dia 30 de janeiro. Naquela ocasião, ao todo, cinco desembargadores votaram e quatro deles foram favoráveis à cassação.

Por que não haverá outra eleição?

O número de votos de Cherem corresponde a 46,88% dos votos que foram considerados válidos na última eleição. Pela lei eleitoral, uma nova eleição só ocorre quando um candidato eleito com mais de 50% dos votos válidos tem o registro rejeitado pela Justiça ou quando há irregularidades durante o processo eleitoral. Como não foi o caso, a Justiça Eleitoral decidiu que Silas Costa Pereira deve assumir a Prefeitura de Lavras, o que deve acontecer nos próximos dias, após a publicação da decisão do TSE . Marcos Cherem e Tide podem agora recorrer ao Supremo Tribunal Federal – STF, em Brasília.

Em sua página no Facebook, Marcos Cherem comentou a decisão do TSE:
"Infelizmente fomos afastados pelo TSE dos cargos para os quais Tide e eu fomos eleitos pelo voto da maioria dos lavrenses. Agradeço a Deus, a minha família, à equipe que esteve comigo nesses meses, a todos os servidores públicos e aos lavrenses que confiaram em nós. Foi uma honra ter servido aos lavrenses nesse período.Fiquem com Deus!"

O julgamento desta quinta-feira foi mais um capítulo na longa batalha jurídica travada pelo cargo de  Prefeito de Lavras.

Relembre o caso:

Na primeira ação, no dia 9 de abril do ano passado, a Justiça acusou o prefeito de usar o jornal Tribuna de Lavras pra fazer propaganda eleitoral e que a linha editorial do jornal foi favorável ao candidato, desqualificando os adversários de campanha.

A segunda ação ocorreu no dia 11 de junho, apontou que o atual prefeito fez o uso indevido de meio de comunicação social durante a campanha com uma publicação nas redes sociais, prejudicado outros candidatos.

Já a terceira ação foi no dia 18 de junho quando o juiz eleitoral de Lavras, Rodrigo Melo de Oliveira, alegou que Cherem teria gasto R$ 700 mil na contratação de 648 prestadores de serviço para a campanha enquanto era candidato. Na época, Cherem e o vice se defenderam da acusação afirmando que os gastos com a campanha não passaram de R$ 550 mil. Nas três ocasiões, Cherem e Tide recorreram e permaneceram nos cargos.

Em 28 de agosto, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) reverteu por quatro votos a um a cassação dos dois políticos. A relatora do processo, juíza Alice Birchal, disse que não ficou demonstrado que a normalidade das eleições no município tenha sido atingida pelas publicações. Segundo ela, o abuso de poder econômico e o uso indevido dos veículos de comunicação social somente são reconhecidos quando há prova segura da sua ocorrência.

No dia 8 de outubro, o juiz eleitoral de Lavras, Rodrigo Melo Oliveira, cassou pela 4ª vez em 1ª instância os mandatos do prefeito e do vice. Segundo a sentença, Cherem e Tide eram suspeitos de abuso de poder econômico e uso indevido de meio de comunicação social durante a campanha eleitoral do ano passado. Nas quatro ocasiões, Cherem e Aristides recorreram e permaneceram nos cargos.


04/09/14

Gostou? Então compartilhe!

Tags:

Comente esta notícia

LEIA AS REGRAS: Comentários que contenham palavrões, ofensas ou que não tenham relação com o assunto tratado na notícia podem ser deletados sem nenhum aviso. Em hipótese alguma faça propagandas de outros sites ou blogs. OBS: Os comentários dos leitores não refletem a opinião de O LAVRENSE
Comentário(s)
35 Comentário(s)

35 comentários:

  1. Marcilene07:08

    Lamentável! De que adianta o povo ir as urnas e votar? se os lavrenses quisessem Silas na prefeitura teriam votado nele. Que justiça é essa?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adélia11:24

      Os eleitores que o elegeram, com certeza estão tristes,eu sou uma delas. Agora é que Lavras vai afundar de vez.

      Excluir
  2. Anônimo07:25

    O que é legal nem sempre é justo. Só nos resta lamentar mesmo :- (

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jair Valaci10:11

      A Bíblia diz taxativamente: "Não há justos. Nem sequer um."

      Excluir
  3. Anônimo08:04

    JUSTIÇA!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo09:54

      INJUSTIÇA! ESTE É O BRASIL... SÓ PUNEM PESSOAS DO BEM! OS BANDIDOS ESTÃO TODOS OU NO PODER OU LIVRES... VAMOS PARA PARIS???

      Excluir
  4. Zé Afonso08:27

    Ah ja tava no hora dessa novela acabar. Bola pra frente! cada um toca sua vida do jeito que der e pronto!

    ResponderExcluir
  5. Anônimo09:04

    JUSTIÇA FEITA!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo08:57

      Justiça de que meu amigo ?? Se você acha que a justiça se resume em continuar com bandidos na prefeitura, pode até ser que tenha sido para o seu ponto de vista e de mais um monte de otários. Mas na verdade o que vemos é uma cidade que ainda vive de coronelismo e tem um bando de puxa sacos que só querem contribuir para a roubalheira.

      Excluir
  6. Anônimo09:22

    Se houve desvio de conduta da parte vencedora, nesse caso compra de votos, não houve vitória. Já que a mesma foi conseguida por meios ilegais conforme ficou amplamente provado.
    Lugar de chorar é na cama onde é mais quentinho.

    ResponderExcluir
  7. Anônimo09:45

    paramos no tempo denovo

    ResponderExcluir
  8. Anônimo09:48

    sera que o silas sabe o caminho da prefeitura ou a juju vai ter que leva-lo pois de lavras ele esta longe faz tempo

    ResponderExcluir
  9. Anônimo10:42

    é estarrecedor ver que pessoas ainda falam que o voto não foi respeitado. O prefeito cassado em três instancias não tem o que reclamar, pois foi dado a ele todo direito de se defender e mesmo assim, ele foi derrotado por quase unanimidade tanto no TRE quanto no TSE. Lavras fica livre desta corja que compra voto como se compra bala na padaria. Já vai tarde!

    ResponderExcluir
  10. Jair Valaci10:52

    Como sempre acontece nessas passagens de governo prevejo computadores tendo o conteudo deletado em 3....2...1....

    ResponderExcluir
  11. Anônimo10:58

    Infelismente Lavras volta para os Menicuci, voltando assim para estaca zero.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo11:18

      concordo plenamente

      Excluir
  12. Anônimo12:09

    EAI DR. MARCOS AS OBRAS DO TUNEL ERA PARA SER ENTREGRE NAS VESPERAS DAS ELEIÇOES AGORA O PROF. SILAS ENTREGA MAIS RAPIDO FICOU PROVADO QUE O NASSO IPTU TEM FORSA ACABOU A MORDOMIA E OLHA SOU SEU ELEITOR NUMERO 1 O SE LEMBRA DE MIM?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo20:51

      Vai aprender um bom português antes de reclamar meu caro Anônimo. FORÇA não é com S. Sendo assim sem saber escrever fica difícil entender de POLÍTICA.

      Excluir
    2. Anônimo20:11

      Era número um e depois que Dr Marcos ganhou pra prefeito, com certeza voce ficou cobrando algo em troca de seu voto né seu canalha. Vai lamber o saco do Silas que disso que a co delrja dele gosta. Dessa forma você vai ser um pouco mais feliz: corrupto ordinário.

      Excluir
  13. Anônimo12:49

    Prefeito cassado 4 vezes por abuso do poder econômico e ainda possui defensores. Se eu fosse eleitora dessa cidade teria vergonha de como prefeito uma pessoa dessa. Teria vergonha de ver minha cidade ser noticia somente porque seu prefeito é corrupto, teria vergonha de não poder sequer contar com uma eleição limpa, sem fraudes, ou distribuição de dinheiro para garantir o poder!! Não me importaria de ver minha cidade ser governada pelo segundo colocado se ele conseguiu os votos de maneira honesta!!! É por isto que o Brasil permanece sempre como esta, existem pessoas que vendem seus votos por um emprego, uma cesta básica, ou uma casa popular, não olham ao redor pra se dar conta que se ele te deu alguma coisa com certeza ele ganhou muito mais!!! Parabéns ao TSE por inibir tais práticas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo15:42

      se voce nao daqui sorte a sua o triste e ver voce sendo comparado a uma mercadoria que se vende e nos nao somos mercadoria somos sujeito da nossa historia mais pelo que parece isso nao conta quando o assunto politica ainda mais em lavras onde os menicucci tem do de largar o osso por isso estamos tao atrassado sendo que temos uma das melhores universidades e que antes nao podia fazer quase nada por lavras por falta de abertura de enterese aquoraque as coisas começa melhorar voltamos para os menicucci que nao quer ver nossa cidade crescer para eles quando mais desinformado o povo for melhor

      Excluir
  14. Anônimo12:53

    Grazadeus!

    ResponderExcluir
  15. Zico14:16

    Eu quero ibagens!! me da ibagens! eu quero ibagens dos comissionados perdendo a boquinha e indo as lágrimas!! kkkkkkk

    ResponderExcluir
  16. Anônimo14:23

    extra...extra...extra... lavras nao tera mais eleiçoes ............... para o proximo ano e so ir ate a casa da jussara e perguntar a ela quem ela quer na prefeitura pois nossa vontade o nosso voto nao vale e tudo no tapetao. chegou mais uma noticia de ultima hora sabe quem e o advogado chefe do silas nao o filho dele e sim o do fluminense

    ResponderExcluir
  17. Jorge Murad15:00

    aaah Lavras... tem jeito mesmo não. Quando a gente pensa que vai melhorar um pouco....volta tudo a estaca zero. É como diz o Boris Casoy: De onde menos se espera...daí é que não sai nada mesmo!

    ResponderExcluir
  18. Anônimo15:03

    Lamentável o que aconteceu com a politica em Lavras. Tenho certeza que a maioria da população, está indignada com este triste acontecimento. Era uma mudança de velhos caciques acostumados na farra por uma equipe com novos pensamentos, com novas idéias e com certeza, com vontade de mudar tudo que era mesmice. Sinto como Lavrense, voltar ao passado, a estaca zero. Aos que estão tudo na boquinha pra voltarem ao poder, façam bem feito, mostrem a população lavrense a razão de tanta vontade de retomarem o poder. Que Deus nos abençôe e que tudo que está acontecendo agora, possa servir de lição.

    ResponderExcluir
  19. Anônimo19:39

    E AGORA? falta o possato (comprador de votos)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo21:02

      Vamos falar baixo para nao assustar o FABIO como ele ficou nessa? 05 de outubro esta ai

      Excluir
  20. Anônimo06:52

    De uma coisa o Marcos Cherem e Tide não podem reclamar,foram dado aos dois todo o direito de provar a inocência deles,como manda a democracia,mas não conseguiram.
    O problema do Marcos Cherem foi acreditar em seu irmão Fabio,agora é tarde.

    ResponderExcluir
  21. Anônimo06:55

    Impugnar candidaturas,cassar mandatos,isso também faz parte das leis eleitorais,sem essa de que ele (Marcos Cherem) foi eleito com a maioria dos votos do eleitor lavrense,mas se não seguiu as regras e as regras são bem claras na justiça eleitoral,tem mesmo que ser cassado e digo mais deveria mandar para cadeia todos aqueles eleitores que venderam seus votos,pois nos autos do processo tem os nomes de milhares de pessoas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo15:20

      Deve ter inclusive o seu!

      Excluir
  22. Anônimo14:23

    Nossa que tristeza!

    ResponderExcluir
  23. Anônimo08:06

    :) TRISTE. ESSE SILAS DEVE PRECISAR DE GPS PARA ACHAR LAVRAS. QUERO VER MANTER SALARIOS EM DIA COMO O CHEREM OU SERÁ Q JÁ VAI COMEÇAR COM DESCULPINHAS DE QUE NÃO TEM DINHEIRO????

    ResponderExcluir
  24. Anônimo22:36

    Concordo!

    ResponderExcluir
  25. Emiliano C. Bentes21:10

    Como um filósofo grego questionou na Antiguidade: "Quem vigia os vigilantes?". Se os guardiões da justiça são injustos, já é possível ter uma noção dos padrões que utilizam para classificar o que é justo...

    ResponderExcluir