-->

Marilene do Posto toma posse na segunda (22)

A auxiliar de enfermagem Marilene Bernardes, mais conhecida como Marilene do Posto, é a primeira mulher negra eleita vereadora em Lavras e tomará posse na próxima reunião ordinária da Câmara Municipal, na segunda-feira (22), assumindo a vaga deixada por Leandro Morreti, que deixará o cargo para comandar a secretaria de Assuntos rurais no governo Silas Pereira.

Servidora pública municipal efetiva há 27 anos, Marilene é filiada ao Partido dos Trabalhadores e já se candidatou a vereadora por três vezes. Nas eleições de 2012 ela obteve 574 votos (1,11%) e ficou como primeira suplente da sua coligação.

Feliz com a oportunidade de levar adiante projetos desenvolvidos ao longo dos últimos anos, Marilene diz que, apesar das dificuldades, as mulheres devem lutar para conquistar seus espaços na política.

Nós mulheres que temos que lutar por nossos sonhos. Sonhamos com uma vida melhor, um futuro melhor para nossos filhos, uma cidade maravilhosa. Então a gente tem que lutar. Eu venho lá de baixo e estou tentando mudar o meu bairro, a cidade. Vou trabalhar não só pelo Bairro Novo horizonte mas por todos de Lavras. Se a gente tem meios de melhorar a vida das pessoas, temos que tentar, é um dever que a gente tem aqui”, disse.

A nova vereadora afirmou ainda que uma de suas prioridades, nesse início de mandato, será a ampliação da ponte que dá acesso ao Bairro Novo Horizonte, onde mora.


19/09/14

Gostou? Então compartilhe!

Tags:

Comente esta notícia

LEIA AS REGRAS: Comentários que contenham palavrões, ofensas ou que não tenham relação com o assunto tratado na notícia podem ser deletados sem nenhum aviso. Em hipótese alguma faça propagandas de outros sites ou blogs. OBS: Os comentários dos leitores não refletem a opinião de O LAVRENSE
Comentário(s)
2 Comentário(s)

2 comentários:

  1. Eliane18:41

    Parabéns! Muito merecido. A Marilene é uma pessoa muito batalhadora e ha muito tempo merecia esta oportunidade. Que Deus a abençoes e que ela faça um belo trabalho.

    ResponderExcluir
  2. Nilton César19:18

    Pessoas mais simples são as que mais fazem pelo povão. É só olhar lá na câmara pra notar que a maioria dos "estudados" nem se dá ao trabalho de percorrer a cidade e ver quais os problemas sofridos pela população. Parece que tem vergonha de ter contato com o povo que diz representar. Bando de hipócritas! Espero que essa senhora não fuja as suas origens e não tenha medo de ser ela mesma. Mulher, negra, batalhadora ,honesta e com muita vontade de trabalhar pelo povo. Boa sorte Marilene!

    ResponderExcluir