-->

Minas vacina em novembro bovinos com até 24 meses de idade contra aftosa

Pecuaristas de todas as regiões de Minas Gerais já estão se preparando para a vacinação contra a febre aftosa no mês de novembro. No Estado, esta segunda etapa da Campanha Nacional de Vacinação Contra a Febre Aftosa será realizada no período de 1º a 30 de novembro, com os pecuaristas vacinando somente animais com até 24 meses de idade.

A expectativa é a de que os mais de 376 mil pecuaristas mineiros vacinem em torno de 10,5 milhões de bovinos e bubalinos em um rebanho total de 24,5 milhões de animais. A vacinação contra a febre aftosa é de grande importância para a proteção do rebanho mineiro e brasileiro e é efetuada em grande parte da América do Sul, como uma das principais estratégias dos programas nacionais de erradicação. As experiências disponíveis na região demonstram que a manutenção de um adequado nível de imunidade populacional na espécie bovina tem contribuído para a erradicação da doença em países sul americanos.

Para o diretor-geral do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), Altino Rodrigues Neto, Minas, assim como outros estados do Brasil, está empenhado em transformar todo o seu território em área livre da doença sem vacinação. Para alcançar este objetivo, estamos convocando todos os pecuaristas, sindicatos rurais, cooperativas e outros segmentos do agronegócio para que nos ajudem nesta empreitada.

Novidade

A principal novidade nesta etapa de vacinação em Minas Gerais é que os pecuaristas poderão fazer a sua declaração pela internet. Neste ano, o IMA criou uma plataforma online que vai facilitar a vida do órgão, revendedores e produtores rurais que irão comprovar a venda e declarar a imunização do seu animal diretamente no site do instituto (www.ima.mg.gov.br).

Normalmente, o pecuarista faz a declaração presencialmente nos escritórios regionais do IMA. Eles vão até a unidade e apresentam os documentos necessários, como notas fiscais da compra da vacina que são adquiridas através das redes credenciadas. Com a nova plataforma, os pecuaristas poderão fazer a declaração eletrônica, informando os dados via web. O IMA disponibilizará em seu site uma cartilha com o passo a passo que o pecuarista deve seguir. As revendedoras disponibilizarão os dados da venda, com a nota fiscal eletrônica, que serão acessados e confirmados pelo pecuarista para a declaração eletrônica.

Para o diretor-geral do IMA, este novo sistema, que ainda não é obrigatório, trará mais agilidade e comodidade ao produtor e mais transparência ao processo, facilitando enormemente o trabalho do instituto. “Caso o pecuarista prefira, poderá continuar informando os dados presencialmente”.

29/10/14
Fonte: Agência Minas

Gostou? Então compartilhe!

Tags:

Comente esta notícia

LEIA AS REGRAS: Comentários que contenham palavrões, ofensas ou que não tenham relação com o assunto tratado na notícia podem ser deletados sem nenhum aviso. Em hipótese alguma faça propagandas de outros sites ou blogs. OBS: Os comentários dos leitores não refletem a opinião de O LAVRENSE
Comentário(s)
0 Comentário(s)

0 comentários: