-->

Casos de leishmaniose aumentam em Lavras

O risco de uma epidemia de leishmaniose em Lavras preocupa a população. Os cães são os principais hospedeiros do protozoário perigoso para o ser humano e transmissor da doença. Só no bairro Jardim Glória, 42 animais foram diagnosticados com leishmaniose. A doença é transmitida pela picada de um mosquito conhecido como “mosquito palha” ou “Birigui”, encontrado tanto na zona rural como na urbana.

A transmissão só ocorre quando o animal é picado pelo mosquito infectado e uma vez doente, o cão não oferece risco para outros animais e nem mesmo para ser humano, mas passa a ser um reservatório da doença. Desta forma, as pessoas só podem ser infectadas, caso picadaspor um mosquito. De acordo com especialistas a confirmação da doença só pode ser feita através de exame de sangue, que aponte aumento das enzimas hepáticas ou anemia.

De acordo com a Vigilância Ambiental, mesmo não sendo possível identificar sem exames a doença, os principais sintomas da Leishmaniose para os cães são o emagrecimento repentino e lesões em várias partes do corpo.

Nos últimos doze meses cerca de 1,3 mil casos suspeitos de  leishmaniose em Lavras foram investigados e, em 84 deles, o resultado foi positivo.

Previna-se

» Mantenha o ambiente do cão, o quintal ou varanda, sempre limpos, livres de fezes e acúmulo de restos de alimentos e folhagens. A regra vale para galinheiros e demais ambientes de criação. Lembre-se de manter as árvores podadas e manter a grama e o mato sempre cortados, com retirada de entulhos e lixo.

» Não deixe expostos restos de comida, cascas de frutas e legumes, comumente utilizados como adubo em hortas e jardins.

» Adote a posse responsável do animal. Não permita que o mesmo fique solto pelas ruas.
Permita o acesso dos agentes de controle de endemias em seu domicílio.

Mutirão

No dia 22 de novembro a prefeitura de Lavras realizará mais um mutirão de combate à dengue, febre chikungunya e a  leishmaniose . A mobilização vai acontecer de 7h às 13h nos bairros Jardim Glória e Jardim Campestre I, II e III. Os agentes de saúde do município vão percorrer as residências para fiscalizar e orientar os moradores em relação às medidas de prevenção às doenças.

10/11/14

Gostou? Então compartilhe!

Tags:

Comente esta notícia

LEIA AS REGRAS: Comentários que contenham palavrões, ofensas ou que não tenham relação com o assunto tratado na notícia podem ser deletados sem nenhum aviso. Em hipótese alguma faça propagandas de outros sites ou blogs. OBS: Os comentários dos leitores não refletem a opinião de O LAVRENSE
Comentário(s)
0 Comentário(s)

0 comentários: