-->

VLI instala dormentes de plástico na linha férrea em Lavras

Novos dormentes são feitos com plástico reciclado. Foto:Divulgação/VLI
A VLI, empresa especializada em operações que integram ferrovias, portos e terminais, concluiu na última semana a troca de dormentes em um trecho da linha férrea entre as estações de Lavras e Engenheiro Bhering. As estruturas até então existentes no local foram substituídas por peças feitas com plástico reciclado. Segundo a empresa, além de representar uma alternativa mais sustentável, a nova matéria-prima tem maior durabilidade.

O trecho em Lavras é o segundo da Ferrovia Centro-Atlântica (FCA) a receber os chamados dormentes poliméricos. Pouco mais de 380 unidades já estão instaladas no local. O produto fabricado no Brasil utiliza matéria-prima coletada por catadores de materiais recicláveis.

“Inicialmente, faremos testes para acompanhar a aplicação e adaptabilidade dessas peças. Trata-se de um material mais uniforme, devido à produção em série, e com características muito semelhantes às da madeira, existindo ainda o benefício de ser mais sustentável”, explica Alexandre Fontes, gerente de Engenharia de Via Permanente da VLI.

Mais 500 dormentes poliméricos serão instalados nos trilhos em Lavras até o fim do ano. O trecho que ainda receberá as peças fica na zona rural da cidade. A linha férrea que passa pela região integra o corredor Minas-Rio, criado com o objetivo de oferecer capacidade de transporte de carga para a exportação de minerais.

Há dois meses, a VLI realizou a instalação de dormentes poliméricos em Uberaba, no Triângulo Mineiro. Os primeiros locais a receberem as peças foram escolhidos levando em conta a produtividade das rotas e as características técnicas da via permanente.

05/11/14

Gostou? Então compartilhe!

Tags:

Comente esta notícia

LEIA AS REGRAS: Comentários que contenham palavrões, ofensas ou que não tenham relação com o assunto tratado na notícia podem ser deletados sem nenhum aviso. Em hipótese alguma faça propagandas de outros sites ou blogs. OBS: Os comentários dos leitores não refletem a opinião de O LAVRENSE
Comentário(s)
0 Comentário(s)

0 comentários: