-->

Polícia Ambiental combate caça de animais silvestres na região

A Sexta Companhia Independente de Meio Ambiente e Trânsito, sediada em Lavras, realizou na última terça-feira (24), a Operação “Dia da Caça” nos municípios de Lambari, Jesuânia e região com o foco voltado para os crimes contra a fauna silvestre. Uma série de materiais foram recolhidos e doze pessoas ligadas à caça de animais silvestres foram presas. 15 armas de fogo foram recolhidas, além de mais de 500 munições utilizadas na prática criminosa.


A região de Lambari amanheceu na presença policiais militares comandados pelo Major PM Ageu Evangelista Ferreira e prontos a cumprirem dezenas de ordens judiciais para busca e apreensão de materiais utilizados nos crimes de caça ilegal. A primeira arma de fogo encontrada foi anunciada por volta das 06hs e 04min, deixando claro que o dia seria de intensos trabalhos.

Nas diversas residências alvo da operação foram recolhidas 15 armas de fogo de variados calibres, 503 munições, uma motocicleta, cinco redes e outros petrechos de caça e pesca. Dentre as munições apreendidas havia uma .50 de uso exclusivo das Forças Armadas.

A caça de animais silvestres estava ocorrendo no Parque Estadual Nova Baden e na região. Na localidade a área de cobertura verde preservada é grande e por consequência um ótimo refúgio da vida silvestre, o que atraía os infratores. A sede do Parque serviu de base para os trabalhos, tendo os servidores que ali trabalham apoiado a operação.

Caso você se depare com práticas de crimes ambientais, avise-nos, faça sua parte pelo meio ambiente. Ligue (35) 3829-2100 e denuncie.

26/02/15

Fonte: Ascom 6ª Cia PM Ind MAT

Gostou? Então compartilhe!

Tags:

Comente esta notícia

LEIA AS REGRAS: Comentários que contenham palavrões, ofensas ou que não tenham relação com o assunto tratado na notícia podem ser deletados sem nenhum aviso. Em hipótese alguma faça propagandas de outros sites ou blogs. OBS: Os comentários dos leitores não refletem a opinião de O LAVRENSE
Comentário(s)
0 Comentário(s)

0 comentários: