-->

Lavras volta a perder mais vagas de trabalho, aponta Caged

O emprego formal em Lavras manteve a tendência de queda e fechou fevereiro com saldo negativo de 20 vagas. O resultado é fruto de 947 contratações e 967 demissões na cidade. Os dados foram divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Emprego e Trabalho (MTE).

Em janeiro, o saldo também havia sido negativo, com a perda de 97 postos de trabalho. Com isso, no ano, o acumulado é de -117 empregos em Lavras. Em 12 meses o resultado ainda é negativo, com saldo de – 495 empregos.

Em fevereiro, o grande vilão do emprego foi o comércio, que terminou com um saldo negativo de 68 empregos. O melhor desempenho foi obtido pelo setor da construção civil, que tive saldo positivo de 28 vagas.

Evolução do emprego formal em Lavras / Fevereiro 2015
SETORES
TOTAL ADMIS.
TOTAL DESLIG.
SALDO
VARIAC. EMPR % *
EXTRATIVA MINERAL
2
0
2
2,27
INDÚSTRIA DE TRANSFORMAÇÃO
155
132
23
0,50
SERV INDUST DE UTIL PÚBLICA
2
4
-2
-0,86
CONSTRUÇÃO CIVIL
129
101
28
1,67
COMÉRCIO
239
307
-68
-1,07
SERVIÇOS
384
380
4
0,04
ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA
0
0
0
0,00
AGROPECUÁRIA
36
43
-7
-0,65
TOTAL
947
967
-20
-0,09
O Lavrense -  Fonte: MTE-CADASTRO GERAL DE EMPREGADOS E DESEMPREGADOS

Minas Gerais

O Estado de Minas Gerais teve resultado positivo na geração de empregos no mês de fevereiro, segundo o Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) divulgado pelo Ministério do Trabalho e Emprego nesta quarta-feira (18). Em janeiro o estado tivera saldo negativo na geração de empregos celetistas (com a perda de 14.533 postos ou -0,34%, o segundo pior desempenho na federação) e reverteu em fevereiro o seu sinal: segundo os dados do ministério, o estado apresentou no mês passado a um saldo positivo de 3.167 postos de trabalho com carteira assinada (+0,07%) – com 181.971 admissões e 178.804 desligamentos no segundo mês do ano ante janeiro.

Brasil

De acordo com dados do Caged, o mercado formal de trabalho no Brasil apresentou redução de 2.415 postos de trabalhos formais, o que corresponde a um declínio de 0,01% em fevereiro, em relação ao mês anterior. Segundo MTE, o número representa que ocorreu relativa estabilidade. Nos últimos 12 meses verificou-se a retração de -47.228 postos de trabalho, equivalente a diminuição de -0,11% no contingente de empregados celetistas do país.

Leia também:

Confira as vagas de emprego oferecidas no SINE de Lavras

20/03/15

Gostou? Então compartilhe!

Tags: ,

Comente esta notícia

LEIA AS REGRAS: Comentários que contenham palavrões, ofensas ou que não tenham relação com o assunto tratado na notícia podem ser deletados sem nenhum aviso. Em hipótese alguma faça propagandas de outros sites ou blogs. OBS: Os comentários dos leitores não refletem a opinião de O LAVRENSE
Comentário(s)
1 Comentário(s)

1 comentários: