-->

Emater inicia curso de pós-graduação para técnicos na UFLA

Começou nesta segunda-feira (8) o curso de pós-graduação “Extensão Ambiental para o Desenvolvimento Sustentável” que a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater–MG) está oferecendo para 400 técnicos do seu quadro de funcionários.

http://www.olavrense.com.br/2015/06/emater-inicia-curso-de-pos-graduacao.html
Qualificação dos técnicos e a contratação da Ufla é resultado de convênio firmado entre a Emater-MG e o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI). - Fotos:Thiago Fernandes


O curso é ministrado por professores da Universidade Federal de Lavras (Ufla) e vai abranger todo o Estado. As aulas inaugurais e presenciais estão realizadas durante este mês. A primeira foi promovida com a presença do presidente da Emater-MG, Amarildo Kalil, e da vice-reitora da Ufla, Edla Vilela de Resende Von Pinho, no campus da universidade, em Lavras, no Sul de Minas.

“Estamos capacitando 20% do corpo técnico da empresa. A expectativa é que exista uma reviravolta na forma de atender os produtores rurais. Há o anseio da sociedade para que o agricultor continue produzindo alimentos, mas que também proteja o meio ambiente ao executar suas atividades. Queremos fazer a inserção da visão de sustentabilidade na forma de atuação dos técnicos e o dia a dia das propriedades rurais. Em nossa instituição, o que há de mais importante são as pessoas e precisamos investir nelas", disse o Amarildo Kalil durante a abertura do curso.

Esta é a primeira vez que a empresa oferece este tipo de capacitação, simultaneamente, para centenas de profissionais. O curso é exclusivo para os funcionários da Emater–MG e foi estruturado para atender os extensionistas agropecuários e de bem-estar social. O encerramento está previsto para final 2016.

A técnica da Emater-MG do município de Ibertioga, Maria Fernanda Rodrigues, destacou que a pós-graduação é uma forma de valorização dos profissionais da empresa, qualificando a atuação dos extensionistas. “Este curso irá respaldar as nossas ações e as atividades voltadas para a preservação do meio ambiente, em sintonia com a produção do agricultor”, afirmou.

Referência internacional

O curso irá qualificar os profissionais para exercer suas atividades voltadas para uma produção com bases sustentáveis. No módulo básico do curso, serão tratados assuntos como agronegócio e extensão rural, a saúde do agricultor e da população exposta ao uso de agrotóxico, legislação aplicada à comercialização, e outros. Os profissionais também puderam optar entre cinco módulos específicos, cursados dentro da pós-graduação: Bovinocultura; Agroecologia; Boas Práticas de Fabricação na Agroindústria de Alimentos; Educação Ambiental; e Produção Vegetal com Sustentabilidade

A carga horária da pós-graduação é de 360 horas, com 120 horas de aulas presenciais e outras 240 horas à distância, via plataforma on-line. Com as aulas à distância, diminui o tempo de locomoção e os técnicos podem enquadrar o curso dentro da rotina de cada um, apenas cumprindo os prazos para completar as disciplinas e realizar as avaliações.

"Não tem como imaginar o agronegócio sem a extensão rural. Não adianta nada produzir tecnologias e pesquisas dentro das universidades se não chega no campo, se não há extensão rural. E, principalmente, a extensão com uma visão voltada de sustentabilidade é extremamente importante. A Ufla é referência na área de ciências agrárias, destaque em rankings internacionais. E estamos disponibilizando, através da parceria com a Emater-MG, um curso pioneiro, que será destaque para a universidade e para a empresa", disse a vice-reitora da Ufla, Edla Vilela de Resende Von Pinho.

As próximas aulas inaugurais e presenciais serão realizadas no dia 15 de junho em Uberaba (Triângulo Mineiro), e no dia 22 do mesmo mês, simultaneamente, em Montes Claros (Norte de Minas) e Teófilo Otoni (Vale do Mucuri).

08/06/15

Fonte: Ascom EMATER

Gostou? Então compartilhe!

Tags:

Comente esta notícia

LEIA AS REGRAS: Comentários que contenham palavrões, ofensas ou que não tenham relação com o assunto tratado na notícia podem ser deletados sem nenhum aviso. Em hipótese alguma faça propagandas de outros sites ou blogs. OBS: Os comentários dos leitores não refletem a opinião de O LAVRENSE
Comentário(s)
0 Comentário(s)

0 comentários: