-->

Greve no INSS acaba na próxima terça-feira

Os servidores do INSS em todo o país vão retomar as atividades na próxima terça-feira. A categoria vai seguir a orientação da plenária da Fenasps que aprovou ontem à noite a suspensão da greve, que durou 80 dias. A federação assina nesta sexta-feira o acordo com o Ministério do Planejamento. Serão retomados serviços como revisão de benefícios, concessão de aposentadoria, de auxílio-maternidade, auxílio-reclusão, entre outros. Auxílio-doença e aposentadoria por invalidez não serão concedidos porque os médicos peritos estão em greve.

http://www.olavrense.com.br/2015/09/greve-no-inss-acaba-na-proxima-terca.html
Agência do INSS no centro de Lavras. Foto: Herbert Nolasco Jr.

Entre as principais conquistas dos servidores do INSS está a incorporação da GDASS (Gratificação de Desempenho da Atividade do Seguro Social) em três anos, de 2017 a 2018, para os servidores do instituto que se aposentaram após 2004 ou que, embora na ativa, já estejam em condições de se aposentar. Eles terão reajuste salarial de 10,8%, sendo a primeira parcela de 5,5%, em 1º de agosto de 2016, e a segunda de 5%, em 1º de janeiro de 2017.

A incorporação da GDASS é uma reivindicação antiga da categoria. O bônus tem grande impacto na remuneração do servidor ativo e há perdas consideráveis na aposentadoria. Atualmente, um servidor com 35 anos de carreira e com salário bruto de R$ 9 mil perde R$ 3.500 brutos quando se aposenta.

24/09/15

Gostou? Então compartilhe!

Tags:

Comente esta notícia

LEIA AS REGRAS: Comentários que contenham palavrões, ofensas ou que não tenham relação com o assunto tratado na notícia podem ser deletados sem nenhum aviso. Em hipótese alguma faça propagandas de outros sites ou blogs. OBS: Os comentários dos leitores não refletem a opinião de O LAVRENSE
Comentário(s)
3 Comentário(s)

3 comentários:

  1. Gerusa10:29

    Enquanto isso o prefeito atrasa o salario dos funcionarios, nao paga vale refeição e ninguem sequer fala em greve. povo medroso! é por isso que as coisas estão desse jeito!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo18:54

      O problema e que se o funcionário público faltar ao serviço as coisas continuam andando e a população começa a perceber que a MAIORIA não faz falta. Veja a geve da Ufla.

      Excluir
  2. Anônimo20:43

    Talvez por terem salários bem acima da maioria da população os funcionários do in$$$$ aceitaram um aumento irrisório. A única greve que funciona e dos lixeiros.

    ResponderExcluir