-->

Convênio entre Emater e Banco do Brasil agiliza acesso ao crédito rural em Minas Gerais

A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas Gerais (Emater-MG) assinou nesta quarta-feira (7) convênio com o Banco do Brasil para desburocratizar o acesso ao crédito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). O novo acordo torna mais ágil a contratação de financiamentos e garante tempo e comodidade ao agricultor familiar. Serão destinados R$ 2,7 bilhões para a agricultura familiar no estado.
http://www.olavrense.com.br/2015/10/emater-e-banco-do-brasil-credito-rural.html
Presidente da Emater-MG, Amarildo Kalil, assina convênio com o BB
Crédito (foto): Alexandre Soares

Minas Gerais está entre os três estados que mais acessaram recursos do Pronaf na safra 2014-2015, beneficiando cerca de 209 mil agricultores.

Até então feitas nas agências do Banco do Brasil, a partir da assinatura do convênio a abertura de conta, inclusão e alterações de dados cadastrais e cadastramento da proposta de crédito passarão a ser processadas diretamente em uma das unidades da Emater-MG espalhadas por todo o estado, diz o presidente da empresa, Amarildo Kalil. A empresa está presente em 790 municípios.

“A principal mudança é a agilidade no processo de cadastramento das propostas e recolhimento dos documentos. Tudo será feito nos escritórios da empresa”, afirma Kalil. Uma vez protocolado e aprovado o crédito, a Emater-MG irá elaborar os projetos e, quando contratada, também prestará assistência técnica ao agricultor.

A medida tem a aprovação dos agricultores, que destacam a proximidade na linguagem e o conhecimento das reais necessidades do produtor rural, por parte dos técnicos da Emater-MG como um facilitador na busca dos financiamentos. O pecuarista Marcio Estanislau Elói avalia que, desta forma, o produtor rural será de fato compreendido em suas demandas.

“A conversa se torna muito mais fácil, pois eles (técnicos da Emater) nos entendem e conhecem bem as nossas atividades”, garante Elói, que com o apoio da Unidade Regional de Conselheiro Lafaiete. Ele espera se beneficiar dos recursos do programa para a compra e custeio de novas vacas leiteiras para sua propriedade.
Otimismo compartilhado pelo pecuarista Leandro de Oliveira, do município de Itaguara, região Central de Minas Gerais. Ele contratou recursos do Pronaf por duas vezes. Em 2012, ele financiou R$ 24 mil. O dinheiro foi investido na formação de pastagem e compra de vacas.

Em 2013, foram mais R$15 mil financiados para a compra de uma ordenhadeira mecânica e um tanque de resfriamento de leite. “Nas duas vezes demorou mais de mês. Foram várias idas ao banco e em menos de 30 dias não recebe”, conta Leandro de Oliveira.

Com a assinatura do contrato de Correspondente Especializado entre a Emater-MG e o Banco do Brasil, o pecuarista espera que isso possa mudar. “Vai agilizar o processo, acabando um pouco com a burocracia. E no escritório da Emater-MG a gente fica mais à vontade, a gente tá acostumado a ir lá. Isso vai facilitar a vida do produtor”, diz Oliveira.

Agilidade

O agricultor familiar ganha agilidade ao procurar o escritório da Emater-MG logo no início do processo. Ele só irá à agência bancária para assinar o documento de crédito, caso a proposta seja acatada. Já em relação ao financiamento, o procedimento não muda. Além da análise de risco, o Banco Brasil fará a verificação da capacidade de pagamento e a viabilidade econômica do projeto técnico, que deve ser apresentado conforme as exigências do Pronaf e de acordo com a categoria de produtor, finalidade do crédito e garantias.

Para atuar como Correspondente Especializado, os técnicos da Emater-MG serão capacitados para utilizarem o portal do Banco do Brasil e para receberem certificado exigido pela Banco Central.

“Com esse contrato, o produtor terá muito mais facilidade de ter acesso ao crédito do Pronaf. Cada técnico do Emater-MG estará ajudando o produtor a pensar o que ele vai plantar, no que vai investir e produzir, mas tendo a certeza do acesso ao crédito”, diz o superintendente Estadual do Banco do Brasil, Reinaldo Kazufumi Yokoyama.

08/10/15

Gostou? Então compartilhe!

Tags:

Comente esta notícia

LEIA AS REGRAS: Comentários que contenham palavrões, ofensas ou que não tenham relação com o assunto tratado na notícia podem ser deletados sem nenhum aviso. Em hipótese alguma faça propagandas de outros sites ou blogs. OBS: Os comentários dos leitores não refletem a opinião de O LAVRENSE
Comentário(s)
0 Comentário(s)

0 comentários: