-->

Simulador de direção nas autoescolas será obrigatório a partir de janeiro

O Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran-MG) decidiu tornar obrigatória a utilização do simulador de direção para tirar a carteira de habilitação na categoria B ou para quem tiver a categoria A e for adicionar a B. As novas regras entram em vigor a partir de 1º de janeiro de 2016.

Entre as novidades está a determinação de que, do mínimo de 25 aulas práticas de direção, até oito poderão ser realizadas no simulador de direção, sendo cinco obrigatórias, das quais uma com conteúdo noturno.

A carga horária de prática de direção no período da noite poderá incluir, facultativamente, até três aulas no simulador de direção.

Adição de categoria

Segundo o Detran, para os candidatos à adição de categoria, da carga horária de 20 aulas sete poderão ser realizadas no simulador, cinco obrigatórias, das quais uma com conteúdo noturno.

Quanto às aulas práticas de direção para adição de categoria dadas no período noturno, até duas poderão ser realizadas, facultativamente, no simulador.

De acordo com a portaria publicada no Minas Gerais, os candidatos deverão fazer as aulas em simuladores de direção depois que obtiverem a certificação do curso teórico e antes das aulas realizadas em vias públicas.

Adequação dos Centros de Formação

As normas estabelecem outras diretrizes a serem observadas pelos Centros de Formação de Condutores (CFCs), como a que determina que o simulador de direção esteja em local adequado, permitindo a livre circulação dos profissionais e candidatos.

Além disso, o espaço de instalação do equipamento deverá ser suficiente para reprodução de cenários e ambientes idênticos a uma aula noturna real, observando o conteúdo didático-pedagógico, inclusive situações adversas e de risco que ocorrem no trânsito no período da noite.

O CFC que não tiver espaço para colocar o simulador de direção ou que não tiver condições de adquirir o equipamento poderá compartilhar o aparelho com outro Centro de Formação de Condutores.

Simulador itinerante

As normas do Detran-MG também criam a modalidade itinerante de simulador de direção, para atender candidatos que moram em pequenas cidades do interior e também os Centros de Formação de Condutores de pequeno porte desses municípios.

Pelas regras, o simulador itinerante poderá ser utilizado pelos CFCs de cidades de até 35 mil eleitores, localizados na mesma Delegacia Regional de Polícia Civil.

“A modalidade itinerante de simulador é importante porque vai facilitar o atendimento aos candidatos à carteira de habilitação dos municípios menores, cobrindo todo o estado de Minas Gerais”, observa Wagner Félix, assessor da Divisão de Habilitação do Detran-MG.

Estudos do Departamento Nacional de Transito (Denatran) mostram que as aulas no simulador de direção facilitam o treinamento em via pública. “O equipamento vai contribuir para a preparação dos condutores na hora de encarar a realidade em vias públicas”, conclui o assessor da Divisão de Habilitação.

Conforme a portaria, o aluno deverá ser previamente comunicado se o CFC possui ou não o simulador de direção, se é compartilhado ou itinerante.

16/01/15

Gostou? Então compartilhe!

Tags:

Comente esta notícia

LEIA AS REGRAS: Comentários que contenham palavrões, ofensas ou que não tenham relação com o assunto tratado na notícia podem ser deletados sem nenhum aviso. Em hipótese alguma faça propagandas de outros sites ou blogs. OBS: Os comentários dos leitores não refletem a opinião de O LAVRENSE
Comentário(s)
1 Comentário(s)

1 comentários:

  1. Amadeu Pinheiro Jr.11:30

    Mais um golpe. Com certeza alguém vai ganhar muita comissão das empresas que vendem fabricam esses "simuladores". Qual a vantagem de trocar 5 aulas praticas num carro por 5 aulas num video game? que palhaçada é essa? querem é tomar mais dinheiro dos alunos de auto escolas. País ridículo!!!

    ResponderExcluir