-->

Fiéis celebram dia de São Sebastião em Lavras

Na próxima quarta-feira, 20 de janeiro, os católicos celebram o dia de São Sebastião, mártir romano conhecido como o defensor da Igreja. Esse popular santo dá nome a uma paróquia de Lavras, localizada na zona sul da cidade, sob a direção do padre Antão Roberto de Melo, que já começou a homenageá-lo com uma programação especial. Serão dez dias de celebrações. Durante este período a comunidade se reúne para rezar e agradecer a Deus e refletir a vida do Mártir São Sebastião.

Matriz de São Sebastião, localizada na zona sul de Lavras.

História

Sebastião era um soldado que teria se alistado no exército romano com a intenção de afirmar o coração dos cristãos, enfraquecido diante das torturas. Fazia de tudo para ajudar os irmãos na fé, procurando revelar o Deus verdadeiro aos soldados e aos prisioneiros.

O imperador queixou-se da sua conduta branda para com os prisioneiros cristãos, o julgou como traidor e ordenou a sua execução por meio de flechas. Amarrado a um tronco, foi varado por flechas. Foi dado como morto e atirado no rio, porém, Sebastião não havia falecido. Encontrado e socorrido por uma viúva Irene que retirou as flechas do peito de Sebastião e o tratou.

Assim que se recuperou, demonstrando muita coragem, se apresentou novamente diante do Imperador, censurando-o pelas injustiças cometidas contra os cristãos, acusando-o de inimigo do Estado. Perplexo com tamanha ousadia, Diocleciano ordenou que os guardas o açoitassem até a morte. O fato ocorreu no dia 20 de janeiro de 288, por isso comemoramos seu dia nesta data. Acabou sendo morto transpassado por uma lança.

Confira as atividades programadas:






































15/01/16

Gostou? Então compartilhe!

Tags:

Comente esta notícia

LEIA AS REGRAS: Comentários que contenham palavrões, ofensas ou que não tenham relação com o assunto tratado na notícia podem ser deletados sem nenhum aviso. Em hipótese alguma faça propagandas de outros sites ou blogs. OBS: Os comentários dos leitores não refletem a opinião de O LAVRENSE
Comentário(s)
0 Comentário(s)

0 comentários: