-->

Acidentes com escorpiões aumentam durante o período chuvoso

Os cuidados com acidentes envolvendo escorpiões devem ser redobrados durante o período de chuvas. Enchentes, alagamentos e enxurradas acabam obrigando o animal a deixar os esconderijos e procurar locais secos. Em alguns casos, as picadas podem levar à morte, oferecendo maior risco para crianças e adolescentes com menos de 14 anos. Em 2015, Minas Gerais registrou 20.015 acidentes com escorpiões.

Por se alimentar de baratas, o escorpião pode viver em ambientes urbanos com facilidade. Entre seus esconderijos favoritos estão entulhos, restos de construção e depósitos de lixo. Segundo a bióloga da Secretaria de Estado de Saúde,  Michele da Conceição Martins, cada pessoa precisa fazer a sua parte e cuidar do ambiente em que vive. “É preciso limpar o quintal e jardins, mover ou eliminar os materiais de construção, deixar o lixo bem fechado e não acumular entulhos”, explica.

Outra dica para evitar acidentes é posicionar camas e berços a uma distância de dez centímetros da parede e não deixar a roupa de cama encostada no chão. “Como os escorpiões se alimentam de baratas, os ralos e sacos de lixo também podem servir de esconderijo. É preciso vedar a abertura de ralos e pias com uma tela e armazenar o lixo adequadamente”, explica a bióloga.

Em caso de acidente, é preciso procurar uma unidade de soroterapia e evitar soluções caseiras, além de se automedicar ou ficar em casa. Em Belo Horizonte, o Hospital João XXIII, da Rede Fhemig, é referência no atendimento e pesquisa envolvendo acidentes com escorpiões e outros animais peçonhentos.

18/02/16

Fonte: Agencia Minas

Gostou? Então compartilhe!

Tags:

Comente esta notícia

LEIA AS REGRAS: Comentários que contenham palavrões, ofensas ou que não tenham relação com o assunto tratado na notícia podem ser deletados sem nenhum aviso. Em hipótese alguma faça propagandas de outros sites ou blogs. OBS: Os comentários dos leitores não refletem a opinião de O LAVRENSE
Comentário(s)
0 Comentário(s)

0 comentários: