-->

Orquestra Ouro Preto se apresenta em Lavras dia 19

A Orquestra Ouro Preto apresenta a série The Beatles na UFLA, no dia 19/3, em duas sessões no Salão de Convenções: às 19h30 e às 21 horas. O grupo toca canções da banda inglesa em versão erudita e sob a regência do maestro Rodrigo Toffolo.


A apresentação privilegia a linha melódica original com os violinos, as violas, os violoncelos e o baixo substituindo as letras. Elogiado pela crítica, o concerto já foi levado para Liverpool, cidade onde o quarteto começou a trajetória, e agora está em turnê pelo Brasil.

Para obter o ingresso, é preciso contribuir com um dos seguintes itens: pacote de fralda geriátrica (tamanho M ou G); 1 kg de pó de café; ou 5kg de açúcar. Os mantimentos serão doados a entidades filantrópicas de Lavras.

A fim de facilitar o processo, a Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (Proec) decidiu realizar a retirada de ingressos no dia 19, a partir das 14 horas, no Centro Cultural Casa das Pedras.

Cada pessoa poderá retirar somente um ingresso – presencial e intransferivelmente. Os ingressos serão retirados por ordem de chegada, independentemente de o indivíduo ter vínculo com a UFLA. Serão disponibilizados 800 ingressos (400 para cada sessão) e é preciso levar identidade ou CPF para a retirada.

Esta será a segunda passagem da Orquestra Ouro Preto em Lavras – em 2013, também foi realizado um concerto. Neste retorno, o grupo lança o disco The Beatles, em turnê que passa pelas cidades universitárias de Minas Gerais.

Nessa série, a Orquestra apresenta versões de sucessos dos Beatles de uma maneira inusitada, mesclando o erudito e o popular. As melodias são orquestradas, acompanhadas por uma banda (guitarra, contrabaixo, bateria e violão). A apresentação privilegia a linha melódica original das canções, com os violinos, violas, violoncelos e contrabaixo substituindo a palavra cantada. “O objetivo dessa escolha é manter fidelidade às peças, desvendando a complexidade melódica das canções do grupo e, ao mesmo tempo, reafirmar o caráter atemporal da obra do quarteto”, explica o maestro Rodrigo Toffolo. Os arranjos dessa série são do violinista Mateus Freire.

O repertório da apresentação abrange todo o período de produção artística dos Beatles, de grandes sucessos até canções menos conhecidas, em arranjos inéditos. Alguns dos destaques são Day Tripper, Yesterday, Help, Eleanor Rigby, Something e Hey Jude. Essa série já foi apresentada no exterior, capitais brasileiras e cidades universitárias de Minas Gerais.

Orquestra Ouro Preto

A Orquestra Ouro Preto foi criada no ano 2000 e tem como proposta o desenvolvimento de repertório diversificado em gênero e épocas. A universalidade do repertório apresentado, embora embasado na música clássica; a latinidade como fonte de identidade e referência; e o ineditismo experimental, com o diálogo entre a música clássica e popular, fazem com que o grupo se diferencie de outras orquestras.

Em seu legado, destaca-se a indicação ao prêmio Grammy Latino na categoria melhor disco instrumental, pelo álbum Latinidade e apresentações em importantes cidades do país e exterior. Entre os trabalhos mais recentes, destacam-se a Turnê Lusofonia, com a divulgação da música de concerto brasileira contemporânea em países de língua portuguesa; o espetáculo Valencianas, com interpretações de músicas do cantor Alceu Valença; e protagonismo do documentário Concerto para Ouro Preto.

15/03/16

Gostou? Então compartilhe!

Tags: ,

Comente esta notícia

LEIA AS REGRAS: Comentários que contenham palavrões, ofensas ou que não tenham relação com o assunto tratado na notícia podem ser deletados sem nenhum aviso. Em hipótese alguma faça propagandas de outros sites ou blogs. OBS: Os comentários dos leitores não refletem a opinião de O LAVRENSE
Comentário(s)
0 Comentário(s)

0 comentários: