-->

TCE vem a Lavras para apurar denúncias de Silas contra Marcos Cherem

O prefeito de Lavras, Silas Costa Pereira (PMDB), apresentou denúncia no Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCE), contra o seu antecessor, Marcos Cherem (PSD), apontando supostas irregularidades ocorridas no período de 1º de janeiro de 2013 a 16 de setembro de 2014, quando o ex-prefeito foi afastado do cargo por decisão da Justiça Eleitoral.

O atual prefeito de Lavras Silas Costa Pereira e seu antecessor Dr. Marcos Cherem.

Entre os dias 20 a 24 de junho uma equipe de analistas do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCE) estará em Lavras para apurar denúncias feitas por Silas. Entre elas estão a de que Marcos Cherem teria anulado, “sem motivo”, mais de 60 processos licitatórios destinados à aquisição de produtos de consumo, medicamentos, materiais de limpeza, e ainda rescindiu o contrato com a empresa que prestava serviços de limpeza urbana em Lavras.

Outra irregularidade, segundo o atual prefeito, seria a antecipação do pagamento de contratos em execução sem que as parcelas tivessem sido vencidas, assim como a realização de pagamentos sem que fossem emitidos empenhos administrativos a este fim.

Os gastos na área de saúde também chamaram a atenção da equipe de Silas. Segundo nota divulgada pela prefeitura, "na gestão passada, o município teria aumentado de R$ 527.565,43 para R$ 1.678.007,29 os gastos com exames médicos realizados através do Consórcio Intermunicipal de Saúde de Lavras (CISLAV) e direcionados em sua maioria à empresa ECOMED, ligado ao ex-prefeito e a sua família".

Ainda segundo o texto, “muitos dos exames pagos com dinheiro público são fornecidos gratuitamente pela própria administração através do Sistema Único de Saúde – SUS, não se justificando a realização de pagamentos que foram realizadas”.

A obra do chamado “túnel da zona norte”, cuja antecipação da inauguração “teria gerado aos cofres públicos municipais um prejuízo real de mais de R$ 500.000,00 ” também será alvo da inspeção feita pelos técnicos do TCE.

A equipe de analistas do TCE virá a Lavras para levantar todas as informações e, em seguida, elaborar um relatório para tomar as providências necessárias de acordo com o que for apurado durante a inspeção.

*Com informações da Ascom prefeitura de Lavras
14/06/16

Gostou? Então compartilhe!

Tags:

Comente esta notícia

LEIA AS REGRAS: Comentários que contenham palavrões, ofensas ou que não tenham relação com o assunto tratado na notícia podem ser deletados sem nenhum aviso. Em hipótese alguma faça propagandas de outros sites ou blogs. OBS: Os comentários dos leitores não refletem a opinião de O LAVRENSE
Comentário(s)
8 Comentário(s)

8 comentários:

  1. Jonas16:33

    Gente, Ja tomou o mandato do outro pra que isso agora? ta na reta final bola pra frente Silas pense no futuro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo16:48

      Nada disso. Guerra É GUERRA. e que se dane o inimigo.

      Excluir
    2. Anônimo12:20

      Fez o pacote de maldades só para prejudicar o silascado. Prejudicou todo mundo, inclusive os funcionários. Agora aguenta. A justiça tarda mas não falha.

      Excluir
    3. Verdade. Não é a toa que o mundo é redondo...

      Excluir
  2. Anônimo20:01

    É o prejuízo.quem vai pagar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Zé Afonso09:55

      O Abreu. Se ele não pagar, nem eu!

      Excluir
    2. Anônimo12:22

      Assim caminha a humanidade. Levando ferro e achando graça. Zé você não é contribuinte?

      Excluir
  3. Zé Afonso19:45

    Sou contribuinte mas já perdi as esperanças ha muito tempo. Sei que vivemos numa cleptocracia onde quadrilhas disputam territorios para poder saquear a cidade, o Estado e o País. O que se vê agora é só o começo. É ano eleitoral...vem muito mais por aí...

    ResponderExcluir