-->

Saúde libera R$ 117 mil para as ações de vigilância em Lavras

agente da vigilancia sanitária de Lavras

O Ministério da Saúde publicou Portaria GM/MS nº 2.942, que libera em torno de R$175,8 milhões referentes ao Piso Fixo de Vigilância em Saúde, da Assistência Financeira Complementar e ao Incentivo Financeiro para o estado e municípios. No total, foram liberados R$117.392,60 para o município de Lavras. Trata-se de uma transferência direta do Fundo Nacional de Saúde aos Fundos Estaduais e Municipais de Saúde.

O total está dividido em parcelas mensais de R$20.048,60 para Piso Fixo de Vigilância em Saúde; de R$46.238,40 para Assistência Financeira Complementar e R$2.433,60 referentes ao Incentivo Financeiro para o fortalecimento de políticas destinadas à atuação dos Agentes de Combate às Endemias no município. Os valores destinados à assistência e ao incentivo são recursos para o cumprimento do piso salarial profissional nacional dos agentes, fundamentais para o desenvolvimento de ações de prevenção e controle da dengue, leishmaniose, chikungunya, entre outras doenças.

Além desses valores, o município receberá mensalmente parcelas adicionais de R$2.433,90 referente ao Incentivo Financeiro e de R$46.238,400 para Assistência Financeira Complementar. A Assistência Financeira Complementar (AFC), repassada pela União, corresponde a 95% do valor do piso salarial dos ACE, que atualmente é de R$1.014,00. Os recursos do Piso Fixo de Vigilância em Saúde, enviado a todos os estados e municípios e que é destinado ao financiamento das ações de vigilância em saúde, podem, inclusive, ser utilizados para o pagamento de pessoal.

O recurso da Assistência Financeira Complementar será deduzido até o limite de 50% do montante do Piso Fixo de Vigilância em Saúde do respectivo ente federativo, à medida que o município realizar o cadastro dos agentes de controle de endemias no Sistema do Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde.

■ Leia também:

Zé Cherem "fecha" Prefeitura de Lavras por 15 dias
O prefeito José Cherem (PSD) decidiu suspender o atendimento ao público na prefeitura por 15 dias. A decisão consta no Decreto Nº. 13767.
AMALG elegeu sua nova diretoria
O novo prefeito de Ingaí, João Paulo Leite, do PTB, é o novo presidente da Associação dos Municípios da Microrregião do Alto Rio Grande (AMALG)

04/01/17

Gostou? Então compartilhe!

Tags: ,

Comente esta notícia

LEIA AS REGRAS: Comentários que contenham palavrões, ofensas ou que não tenham relação com o assunto tratado na notícia podem ser deletados sem nenhum aviso. Em hipótese alguma faça propagandas de outros sites ou blogs. OBS: Os comentários dos leitores não refletem a opinião de O LAVRENSE
Comentário(s)
0 Comentário(s)

0 comentários: