-->

Zé Cherem "fecha" a Prefeitura de Lavras por 15 dias

sede da prefeitura municipal de Lavras MG
O prefeito José Cherem (PSD) decidiu suspender o atendimento ao público na prefeitura por 15 dias. A decisão consta no Decreto Nº. 13767, publicado nesta segunda-feira (2), no Diário Oficial do município.

A intenção do novo prefeito é analisar e verificar atentamente, com sua equipe de governo e servidores públicos, a máquina pública como um todo, fazendo um balanço geral da real situação financeira e administrativa da prefeitura.

Segundo o decreto, entre motivos para a adoção da medida estão a crise financeira instalada no município, com a inadimplência nos seus compromissos e de responsabilidade da gestão anterior, tais como: atrasos no pagamento de servidores municipais, atrasos no pagamento de fornecedores de bens e serviços, atraso nos recolhimentos de encargos previdenciários, bem como daquelas despesas
de custeio de caráter continuado.

A nova administração pretende conhecer as proporções desta crise e, desta forma, traçar um plano de recuperação financeira e de retomada das metas e prioridades de interesse público.

No período de 02 a 16 de janeiro haverá exclusivamente expediente interno no horário compreendido entre 07h00 às 18h00, conforme regulamentação de cada secretaria ou orgão. Ainda conforme o decreto, a partir do dia 17 de janeiro, a Administração Municipal (edifício sede) retornará ao horário normal de atendimento ao público, das 12h00 às 18h00, de segunda a sexta-feira.

 ■ Leia também:

Prefeito diz que vai reduzir secretarias e cortar gastos
O prefeito eleito de Lavras, José Cherem (PSD), disse em entrevista na Rádio 94 FM, que pretende enxugar a folha de pagamento da prefeitura já no início do mandato.
Lavras volta a registrar saldo negativo de emprego
Segundo os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados Lavras continua a registrar saldo negativo em geração de empregos. 


02/01/17

Gostou? Então compartilhe!

Tags:

Comente esta notícia

LEIA AS REGRAS: Comentários que contenham palavrões, ofensas ou que não tenham relação com o assunto tratado na notícia podem ser deletados sem nenhum aviso. Em hipótese alguma faça propagandas de outros sites ou blogs. OBS: Os comentários dos leitores não refletem a opinião de O LAVRENSE
Comentário(s)
6 Comentário(s)

6 comentários:

  1. Nilton César15:36

    ( ͡° ͜ʖ ͡°) Começou...

    ResponderExcluir
  2. Anônimo15:55

    Só espero que não haja perseguição como no tempo do irmão dele. Fora isso, ta todo mundo disposto a trabalhar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo01:22

      Perseguição?! Quem plantou câmeras escondidas na prefeitura na gestão do Marcos, lembra? Nós cidadãos lavrenses precisamos e queremos saber a Real situação do Município... E temos é que cobrar resultado do José Cherem porque o que deixou a prefeitura agora em Dezembro / 2016... prefiro nem comentar...

      Excluir
    2. Juca12:23

      A administração do irmão foi tão "ruim" que rendeu só 80% dos votos para o José Cherem. Perseguição para vagabundo é igual a ter de trabalhar. No governo padrão Cherem, tem de trabalhar mesmo, afinal servidor público tem de trabalhar igual a todo mundo. O bom é que recebe em dia, coisa que qualquer empregador tem obrigação de fazer também, mas Silas, Juju e outros sempre "esqueciam".

      Excluir
  3. Marilia Carvalho10:20

    Alguem sabe quando vai sair o pagamento dos funcionários???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo16:09

      Pelo visto SÓ DEUS sabe... que absurdo isso!

      Excluir