-->

Certificado Digital da Prodemge favorece pequenas empresas em Lavras

Inaugurado há pouco mais de um ano, o posto de atendimento na Prodemge em Lavras caiu nas graças de escritórios de contabilidade e das pequenas empresas que atendem na região. Jucélia Iara Pedrozo, do escritório de contabilidade Contacad, afirma que direciona todos os clientes para a certificação digital da Prodemge desde os primeiros meses de funcionamento do posto da Companhia na cidade. “Logo tivemos retorno de nossos clientes elogiando a atenção recebida e a rapidez do serviço. Então, não temos porque procurar outras certificadoras”, afirma.

O número de empresas que vão precisar de um certificado digital crescerá este ano. Foto: Agência Minas

Um dos clientes da Contacad que se tornou também cliente da Prodemge é Marino do Couto Moraes, dono há 20 anos de uma franquia dos Correios em Lavras. “Em outros lugares, era uma amolação danada para conseguir uma data pra fazer o certificado e não ficava pronto no mesmo dia. No posto da Prodemge, foi tudo rápido e eficiente. Fiz os três últimos certificados da minha empresa lá”, conta o empresário.

Acostumado a lidar diretamente com os clientes desde os tempos em que, como engenheiro agrônomo, dava assistência técnica a produtores rurais, Marino sabe muito bem o valor que as pessoas dão a um atendimento não só eficiente, mas respeitoso e gentil. “Como fui bem tratado na Prodemge, resolvi indicar para os meus clientes. Atendo a mais de 250 empresas. Muitos seguiram a minha indicação e estão satisfeitos”, afirma.

Obrigatoriedade


A chegada da Prodemge a Lavras faz parte da política de interiorização do serviço de emissão de certificados digitais da Companhia. A partir do fim de 2015, foram abertos postos de atendimento em 16 cidades, todos nas dependências das UAI’s, cobrindo os 16 Territórios de Desenvolvimento definidos na política estadual dos Fóruns Regionais de Governo.

A iniciativa responde também à crescente exigência do certificado digital na gestão das pequenas empresas e de instituições como prefeituras, que migra cada vez mais para a internet.

Neste ano, por exemplo, o certificado digital passou a ser exigido de empresas do Simples Nacional com mais de três empregados para enviar informações trabalhistas, fiscais e previdenciárias para a Receita Federal. Já está em vigor também a obrigatoriedade da Nota Fiscal de Consumidor eletrônica (NF-e) para as casas comerciais com faturamento superior a R$ 360 mil por ano. Alterações nos contratos sociais também passaram a ser feitas mediante certificado digital dos sócios.

Setor público

Já nas prefeituras, o prefeito e o vice-prefeito, pelo menos, devem ter o certificado digital para que a administração municipal tenha acesso ao Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro (Siconfi) da Secretaria do Tesouro Nacional (STN). O fornecimento de dados fiscais, financeiros e contábeis, por meio do Siconfi, é obrigatório para as prefeituras.

Por sinal, da mesma forma que os empresários, o setor público da região de Lavras acolheu bem o serviço da Prodemge, garante a agente de registro Cinthia Maria Alves Avelar. Ela guarda com orgulho um ofício da Presidência da Câmara Municipal parabenizando o serviço da Companhia na cidade. A carta, de novembro de 2016, foi fruto de um requerimento assinado por cinco vereadores.

 ■ Leia também:

Secretaria confirma morte de macaco por febre amarela em Lavras
A Secretaria Estadual de Saúde de Minas Gerais (SES) confirmou na tarde desta sexta-feira (3) a morte por febre amarela de um macaco em Lavras
EPAMIG de Lavras inicia comercialização de sementes de café
Produtores de café de Lavras e região interessados em adquirir sementes de qualidade já podem fazer suas encomendas na unidade da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais.
06/03/17

Gostou? Então compartilhe!

Tags:

Comente esta notícia

LEIA AS REGRAS: Comentários que contenham palavrões, ofensas ou que não tenham relação com o assunto tratado na notícia podem ser deletados sem nenhum aviso. Em hipótese alguma faça propagandas de outros sites ou blogs. OBS: Os comentários dos leitores não refletem a opinião de O LAVRENSE
Comentário(s)
0 Comentário(s)

0 comentários: