-->

Governo de Minas Gerais nomeia mais 1.493 servidores para Educação

Com essa nova listagem, o número de servidores nomeados desde o início da gestão do governador Fernando Pimentel chega a 45.051

Servidores da educação foram nomeados pelo governo estadual
O Governo do Estado publicou, nesta terça-feira (23/5), no Diário Oficial Minas Gerais, mais uma lista com a nomeação de 1.493 servidores para a Educação, totalizando, com isso, cerca de 8.000 novos profissionais nomeados somente neste ano.

A lista contempla professores de Ensino Religioso do edital SEE/Seplag nº 02/2014; professores regentes de turmas (anos iniciais do ensino fundamental) e regentes de aulas (professores de disciplinas) do edital SEE/Seplag nº 04/2014, em todas as 47 Superintendências Regionais de Ensino (SREs).

Com essa nova listagem, o número de servidores nomeados desde o início da gestão do governador Fernando Pimentel chega a 45.051 – em 2015 e 2016 foram nomeados 37.051 novos servidores.

Já em janeiro deste ano, foram 2.500 professores nomeados para atuarem nos anos iniciais do ensino fundamental do edital SEE/Seplag nº 01/2011, que teve sua vigência encerrada no dia 30 de janeiro; em março, o Governo nomeou mais 1.500 professores do Edital SEE/Seplag nº 04/2014. E em abril, foram outras 2.500 nomeações dos Editais SEE/Seplag nº 02 e 03/2014.

Exames

Uma vez publicada a nomeação, o aprovado deve submeter-se a exame médico pré-admissional, a ser realizado pela Superintendência Central de Perícia Médica e Saúde Ocupacional (SCPMSO) da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), nas datas e horários que serão publicados no site da Seplag. Após a perícia, os aprovados têm 30 dias para tomar posse.

23/05/17

Gostou? Então compartilhe!

Tags:

Comente esta notícia

LEIA AS REGRAS: Comentários que contenham palavrões, ofensas ou que não tenham relação com o assunto tratado na notícia podem ser deletados sem nenhum aviso. Em hipótese alguma faça propagandas de outros sites ou blogs. OBS: Os comentários dos leitores não refletem a opinião de O LAVRENSE
Comentário(s)
0 Comentário(s)

0 comentários: