Justiça Eleitoral nega diplomação a Hélio Haddad

A Justiça Eleitoral negou a diplomação ao vereador eleito em Lavras, Hélio Haddad. O médico não poderia ter sido candidato por causa de uma condenação por homicídio culposo em uma sentença que saiu em abril deste ano.

O médico teria negado assistência a mulher grávida que acabou morrendo.

De acordo com o juiz eleitoral, Dr.Gilberto Benedito, por um erro no sistema, a condenação criminal não foi apontada na hora em que o candidato registrou a candidatura. Hélio Haddad foi eleito pelo PSDB com 1.115 votos mas agora fica impedido de assumir o cargo em janeiro de 2009.

O médico alega que nem sabia que tinha uma pena pecuniária a ser paga. Ele recorreu da sentença no Tribunal Superior Eleitoral e já quitou o débito com a Justiça.

11/11/08

Fonte: Eptv
Postagem Anterior Próxima Postagem