SERVIDORES MUNICIPAIS DE LAVRAS TERÃO AUMENTO DE 12,05%

Em entrevista ao jornal online O Lavrense, o assessor jurídico do Sindicato dos Servidores Municipais de Lavras, Olímpio Cássio de Carvalho (foto) disse que a entidade tem se empenhado em defender seus direitos constitucionais, que incluem reajuste salarial e melhores condições de trabalho para a categoria.

Apesar das dificuldades enfrentadas pela entidade, Carvalho reiterou que o presidente do sindicato, Edmar de Souza, o Baiano, tem lutado para que a prefeita Jussara Menicucci (PSDB) conceda um aumento justo para os funcionários efetivos da administração municipal.

O baiano ele trabalha muito, acho que ele nem dorme de tanta preocupação com o bem estar dos servidores, é um presidente atuante”, disse.

O assessor reclamou da falta de interesse dos servidores. “A gente vê um desinteresse muito grande. Muitos não procuram o sindicato e saem por aí falando que o órgão não corre atrás, não luta e isso é uma inverdade muito grande", lamenta.

Confira abaixo os principais trechos da entrevista:

- Como está a campanha salarial dos servidores municipais hoje?

-Nós tivemos uma reunião com a prefeita Jussara na quinta-feira da semana passada, dia 19, e ficou decidido que os servidores receberão a reposição salarial equivalente ao índice inflacionário no período de aquisição, mais um ganho real de de 5% nos vencimentos, totalizando 12,05% de aumento.

- Quando é que os funcionários começam a receber esse efetivamente esse aumento?

- A data base é abril, portanto, será pago a partir de maio. Além desse aumento foi concedido aos servidores um ticket alimentação no valor de R$52,00. Esse benefício não será estendido aos inativos por isso seria ilegal. Mas o presidente do sindicato está vendo o que pode ser feito a esse respeito.

- A partir de quando o servidor receberá o ticket alimentação?

- A partir de 24 de abril. O valor de R$52,00 não é fixo, ou seja, se aumentar a arrecadação o valor do ticket também será aumentado. O ticket será aceito em todos os estabelecimentos comerciais. É um cartão visa, um convênio entre a Prefeitura e o Banco do Brasil.

- Comenta-se na cidade que os servidores estariam insatisfeitos com o reajuste de 12,05% já que para os secretários municipais o aumento teria sido muito maior, algo em
torno de 85%. Qual a verdade sobre essa história?


- Nós desconhecemos esse percentual de 85%. O que nós sabemos é que houve um aumento de certa de 20%. É bom esclarecer que quem fixa o salário de prefeitos, vereadores e secretários é a Câmara Municipal. Quem votou aumento para os secretários foram os vereadores e não a prefeita.

- A questão dos salários dos servidores municipais é também é debatida no âmbito da Câmara Municipal ou é uma negociação exclusiva da prefeitura com o sindicato?

- A negociação é feita entre a prefeitura e o sindicato. Quando vai para a Câmara para votação não tem como pedir aumento porque muitas vezes o limite da folha de pagamento já esta estourado. Os vereadores podem aprovar ou não, mas não tem poder para pedir aumentos que impliquem em gastos para o município.
Postagem Anterior Próxima Postagem