Lavras:Projeto Galpão Cidadão oferece cursos profissionalizantes para jovens e adultos

Capacitar jovens e adultos de famílias de baixa renda. Este é o objetivo do projeto “Galpão Cidadão: potencializando jovens e adultos para o emprego, renda e cidadania na horticultura familiar e informática básica”, desenvolvido pela Universidade Federal de Lavras (Ufla) em parceria com a Fundação Padre Dehon, com o apoio da Petrobras.

As atividades visam ao aproveitamento econômico de quintais de suas residências, com o cultivo orgânico de hortaliças voltadas para o comércio local e o consumo familiar, bem como a profissionalização na utilização, montagem e manutenção de computadores, numa perspectiva de geração de renda, melhoria do estado nutricional e de aumento da potencialidade dos participantes para o mercado de trabalho.

De acordo com o coordenador do projeto, professor Elias Rodrigues de Oliveira, do Departamento de Administração e Economia (DAE), as atividades estão focadas na construção de novos saberes, a partir do conhecimento que cada participante possui sobre os temas trabalhados.

As capacitações oferecidas envolvem professores e equipes de estudantes da Ufla, de diversos cursos, principalmente das áreas de Agronomia e Ciência da Computação. “As ações educativas têm se desenvolvido de modo participativo, numa perspectiva empreendedora, cooperativa e solidária, buscando potencializar agentes e sinergias para o desenvolvimento humano, valorizando o saber, as habilidades e o interesse individual e coletivo dos participantes”, diz Oliveira.

O público alvo deste projeto são jovens, a partir de 17 anos, e adultos de famílias com maior carência financeira, buscando potencializá-los para o trabalho e geração de renda numa perspectiva de cidadania plena. No início de março, a segunda turma do projeto começou suas atividades, mas os interessados já podem se inscrever, na sede do Galpão Cidadão, no Bairro Aquenta Sol, para as turmas que serão abertas em maio e julho.

O projeto oferece dois cursos. O de Informática é oferecido de segunda à sexta-feira, das 07h às 11h e das 13h às 17h, podendo o participante optar por um dos dois horários. Já o curso de Horticultura acontece aos sábados, das 13h às 17h, podendo, em casos especiais, ser realizado nas comunidades, em parceria com associações de moradores, escolas e outras organizações.

Fonte: Ascom Ufla.
Postagem Anterior Próxima Postagem