MOTORISTA SUPOSTAMENTE EMBRIAGADO ATROPELA IRMÃS EM LAVRAS

Duas irmãs foram atropeladas na madrugada deste sábado em frente a casa onde moram, na Rua Paulo Costa Pereira, na Vila Mariana, em Lavras. Uma delas morreu devido aos graves ferimentos. As mulheres foram atingidas por um Scort prata com placa de Lavras. Há suspeita de que o motorista responsável pelo acidente estava embriagado.

De acordo com os bombeiros, testemunhas teriam relatado que uma das vítimas ficou presa no carro e foi arrastada. Adriana Rodrigues de Lima, morreu no local. A irmã dela, Letícia Rodrigues de Lima, que teve escoriações, estaria embriagada e não sabia da morte da irmã. Ela foi encaminhada para o Pronto Atendimento, onde permanece em observação.

O corpo de Adriana foi levado para o IML da cidade e ainda não foi liberado. De acordo com o delegado de plantão, um homem identificado como Ailton Pereira, Cleber Elias Silva, de 24 anos, que se apresentou como sendo o motorista, na verdade é o irmão do suspeito de atropelar as mulheres.

Durante o depoimento ele confessou que se fez passar pelo autor do crime a pedido da mãe, que teria ficado desesperada com a situação. Cleber informou ao delegado que ouviu um barulho vindo da rua. Ele e a mãe, Maria Joana Darc da Silva, de 50 anos, foram ver o que havia acontecido e viram duas mulheres atropeladas. Em seguida o irmão, Wilber Natanael Silva, de 21 anos, chegou no carro dizendo que havia atropelado as mulheres e, como estava embriagado fugiria, do flagrante.

Ele está sendo procurado pela polícia. Cleber vai responder por autoacusação falsa em liberdade (artigo 341 do Código Penal). Já Wilber será indiciado por homicídio, podendo ser doloso e pegar de 6 a 20 anos de prisão. A suspeita é de que ele estaria em alta velocidade, já que a rua em que o crime aconteceu é íngreme.

Fonte: Estado de Minas
Postagem Anterior Próxima Postagem