Relatório contra deputado é apresentado no conselho de ética

O relatório do processo contra o deputado Edmar Moreira (sem partido-MG) será apresentado nesta quarta-feira ao Conselho de Ética da Câmara. Ele é acusado de uso irregular da verba indenizatória. Moreira teria pago contas de sua empresa de segurança com dinheiro recebido pela atividade parlamentar.

Apesar de não adiantar o conteúdo de seu voto, a expectativa é de que o relator, deputado Nazareno Fonteles (PT-PI), não absolva o colega e deixe a decisão para o plenário do próprio Conselho de Ética.

O processo contra Edmar, também acusado de não declarar à Receita Federal ser dono de um castelo no interior de Minas Gerais, começou sob polêmica no Conselho de Ética. Isso porque o então relator, deputado Sérgio Moraes (PTB-RS), declarou estar “se lixando” para a opinião pública e, além disso, fazer comentários favoráveis ao acusado.

Por causa disso, Moraes acabou deixando a relatoria. Ele chegou a recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF) para voltar ao posto, mas teve o pedido rejeitado.

Carlos Alberto pretendia ocupar vaga

pol
No mês passado, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negou o pedido de perda de mandato contra o deputado Edmar Moreira. O pedido foi feito pelo segundo suplente de Edmar, Carlos Alberto Pereira.

O ministro Felix Fischer, do TSE, julgou extinto o pedido porque a justificativa do segundo suplente era a de que Edmar Moreira teria de desligado do seu antigo partido, o DEM, sem apresentar motivo justo para sua saída. Segundo o ministro, o pedido não procede porque foi o partido que desligou o deputado em fevereiro deste ano, após as denúncias.

O primeiro suplente de Edmar, Jairo Ataíde Vieira, já assumiu uma vaga de deputado federal neste ano. Assim, se o pedido do segundo suplente de Edmar,o ex-prefeito de Lavras, Carlos Alberto Pereira, fosse atendido, ele assumiria o lugar do deputado.

17/06/09

Postar um comentário

  1. Lady Katy17/6/09 15:11

    É minha plima Bebéu... pelo visto, ainda não vai ser dessa vez que o Carlos Alberto vai entrar pro "high society" de "Blasília", né? que peeenna...ném pagaaaaaanoo!

    ResponderExcluir
  2. José Ibrahim17/6/09 15:41

    Que mentalidade.pra que torcer contra? Afinal, ida de Carlos Alberto ou qualquer outro politico lavrense para Brasilia, ocupando uma cadeira na Câmara ou Senado, seria importantíssimo para Lavras. De qualquer forma essa história ainda está longe de acabar. Vamos aguardar e torcer...por LAVRAS.

    ResponderExcluir
  3. Concordo com voce Jose, temos mais e que torce por cidadãos de nossa região, estamos contigo carlos Alberto.

    ResponderExcluir
  4. Cátia ( bairro Centenário)18/6/09 10:36

    A questão é torcer para o Brasil! Em Brasília há inúmeros políticos corruptos, escândalo atrás de escândalo. E quem é CAP? Mais um político que tem inúmeras acusações,como o desvio de verba da merenda escolar. Alguém se lembra disso? E isso é só um exemplo. Não. Obrigada. Deputado par mim tem que ser integro. Só assim, Lavras será bem representada.

    ResponderExcluir
  5. Acho que a Cátia disse tudo. Uma representação como a do Carlos Alberto Pereira não interessa a ninguém, principalmente ao povo de Lavras. Seria a saida do "homem do castelo" para a entrada do "homem da ilha".

    Mauricio

    ResponderExcluir
  6. Carmono Rodrigues-Florida-USA24/6/09 22:23

    Apoio a Catia e o Anonimo...
    Que mentalidade...Colocar um ladrao, so por ser lavrense, em Brasilia....Nao melhora em nada...Como diz aquela musiquinha..."E quem e' rico ,cada vez fica mais rico e quem e' pobre cada vez fica mais pobre...bom-xi-bom..bom..bom..bom..bom..."
    O que sera do futuro das criancas se os adultos pensam desta maneira...
    SE LIGA GALERA...ESTAMOS NO SECULO 21.....

    ResponderExcluir
Postagem Anterior Próxima Postagem

نموذج الاتصال