É O BICHO - PESQUISADORES DA UFLA DESENVOLVEM PESQUISA COM JACARÉS

Jacarés trazidos do Pantanal matogrossense são objetos de pesquisa na Universidade Federal de Lavras. Por cerca de um ano e meio, o Departamento de Medicina Veterinária da Ufla tornou-se a moradia de nove jacarés-do-pantanal (Caiman yacare).


Provenientes de um zoocriadouro do Mato Grosso, os jacarés foram trazidos (com autorização do IBAMA) à Ufla para que pesquisadores da instituição possam realizar o estudo anatômico e fisiológico dos mesmos.

Um dos envolvidos na pesquisa, o prof. Raimundo Vicente de Souza, do Departamento de Medicina Veterinária, explica que “A criação de jacarés em cativeiro ocorre no Pantanal há cerca de 15 anos, especialmente em razão do grande interesse comercial na carne e na pele do animal”.

Por conta disso, continua ele, “A Fapemat (Fundação de Amparo à Pesquisa do Mato Grosso) está financiando um projeto que tem por objetivo fornecer dados para a elaboração de um protocolo de inspeção sanitária a ser implantado no Frijapan – Frigorífico de Jacarés do Pantanal”.

“As pesquisas envolvem ainda outros aspectos relacionados às características do jacaré-do-pantanal, mas a Ufla ficou responsável especificamente pelo estudo anatômico e fisiológico da espécie, o que, aliás, nunca foi feito”, explica o prof. Henrique Ribeiro Alves de Resende, também do Departamento de Medicina Veterinária.

Parcerias

O coordenador do projeto é o prof. João Vicente Neto, da Escola Agrotécnica Federal de Cáceres (MT) e o prof. Peter Bitencourte Faria, do Centro Federal de Educação Tecnológica de Cuiabá, também está envolvido nos estudos.

Na Ufla, além dos Profs. Raimundo e Henrique, os estudantes da graduação Ana Cláudia Alves e Daniel Brum de Cerqueira Leite Ribeiro, ambos bolsistas do PIBIC, fazem parte deste grupo de pesquisa.

Fonte: Ascom Ufla
Postagem Anterior Próxima Postagem