Lavras sediará encontro da Frente Sul Mineira para a Acessibilidade

A falta de acesso a prédios e a transportes públicos é uma das maiores dificuldades que o deficiente físico enfrenta em Lavras.
Os problemas são presenciados por cidadãos que têm limitações físicas e diariamente encontram barreiras para executarem tarefas do cotidiano, como ir a um banco, um mercado e até em algumas repartições públicas.

Na próxima quinta-feira, dia 08, a cidade sediará 4º Encontro da Frente Sul Mineira para a Acessibilidade. Segundo o presidente do CONDEF- Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da pessoa com Deficiência, Dudu Melo, o evento tem como objetivo levantar as demandas que a cidade tem em relação a acessibilidade.

Em Lavras muitos lojistas encaram o que deveria ser calçada como extensão do imóvel, espaço decorativo ou estacionamento para clientes. Sobra pouco espaço para os pedestres.

Hoje no Brasil não se têm políticas públicas que promovam o verdadeiro processo de inclusão social dos cerca de 25 milhões de portadores de deficiência física, embora exista a Lei Federal nº. 10.098, de 19 de dezembro de 2000, assinada pelo então presidente da República Fernando Henrique Cardoso. A lei, que estabelece normas gerais e critérios básicos para a acessibilidade de deficientes físicos, ainda não é corretamente fiscalizada.

Para o presidente do CONDEF, o encontro será uma excelente oportunidade para que a sociedade possa discutir políticas públicas para o Sul de Minas relacionadas á pessoas com deficiência."É um processo muito lento porque a sociedade ainda não se alertou para isso", disse.

O evento será realizado quinta-feira, dia 08, no Salão Topázio da APAE, de 08 as 17 horas. A entrada é franca.
Postagem Anterior Próxima Postagem