Câmara Municipal - Não basta fazer requerimento, tem que "correr atrás"

Na Câmara dos Vereadores de Lavras são antigas as reclamações quanto à demora do Executivo em atender aos requerimentos dos legisladores, e principalmente os da oposição. Requerimentos no sentido de melhorar a cidade e a vida dos moradores não estariam sendo atendidos por alguns secretários.

A palavra vereador vem do verbo verear, que significa a pessoa que vereia, ou seja, aquele que tinha incumbência de zelar pelo bem-estar dos munícipes. Claro que, atualmente, a palavra não possui tal sentido, mas não deixa de ser correto que, em última análise, o que desejam os munícipes, através dos seus representantes, é exatamente o cumprimento de tais fins.

Durante seu pronunciamento na reunião da ultima segunda-feira (16), a vereadora Helena Maria Nogueira (PRB), afirmou que recebeu email de eleitores questionando quanto ao retorno dado pela prefeitura aos ofícios solicitando providências ou informações. “Quando me respondem o ofício, eu sempre trago a resposta aqui”, disse. A vereadora também lamentou a falta de sinalização em alguns pontos da cidade e pediu a prefeitura que dê mais atenção ao problema que, segundo ela, prejudica principalmente motoristas de outras cidades em visita a Lavras.

Peixinho

Também durante ultima reunião da Câmara Municipal, o vereador Ênnio Mendes de Siqueira(PMDB), apresentou denúncia de que um motorista de ambulância da URPA estaria se recusando a cumprir ordens superiores e que só atende as ocorrências na hora que quer.

“A diretora do URPA precisa chamar esse motorista e fazer com que ele cumpra sua obrigação”, disse. Questionado por colegas sobre o nome do motorista “folgado”, o vereador se negou a relevar maiores detalhes. “Segundo me informaram, ele é peixinho da diretora da URPA”, comentou.

19/08/10
Postagem Anterior Próxima Postagem