;

Header Ads

Partido de deputado lavrense recebeu 5,1 milhões de votos e pode pleitear mais recursos

Um estudo do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mostra que o Partido Social Democrático (PSD), quem tem como um dos líderes o Deputado lavrense Fábio Cherem, reúne políticos que disputaram vagas de deputado federal em 2010 e receberam 5,1 milhões de votos. O montante foi obtido em 2010 por políticos que depois foram para o partido.

Com este número - que torna a legenda a 7ª maior do país, caso existisse na época da última eleição -, o PSD pode pleitear na Justiça mais recursos do Fundo Partidário (calculado de acordo com o número de votos obtidos por candidatos a deputado federal) e a ampliação de seu tempo de propaganda. As informações são do jornal Folha de São Paulo.

O registro definitivo do partido idealizado pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, foi entregue no ano passado. Como a legenda nunca disputou uma eleição, hoje tem direito apenas a uma parcela mínima do fundo (R$ 18,5 mil por mês) e alguns segundos do tempo de TV e de rádio durante eleições.

A partir desta informação do TSE, o PSD tem argumento para tentar receber cerca de R$ 1,6 milhão por mês do Fundo Partidário.

22/02/12

7 comentários:

  1. Até agora não o vi fazendo nada por Lavras. to esperando... sentado, é claro!

    ResponderExcluir
  2. A matéria e descabida para quem conhece o minimo de Direito Eleitoral.

    O PSD não tem bancada eleita, portanto. até o próximo pleito para a Camara Federal, o fundo partidário e o tempo eleitoral gratuito continua destinado aos partidos de origem dos deputados que migraram para o PSD, até porque a grande maioria deles nao tiveram fotos suficientes para se eleger. Eles se elegeram graças ao quociente eleitoral dos partidos que eles trairam.

    Isso será um sofrimento enorme para o grupo Cherem, pois o vereador Marcos Cherem terá um tempo pífio de radio e TV nas eleiçoes deste ano. O tempo dele nao deverá passar de 3 minutos; já o do candidato da situação deve ultrapassar os 20 minutos.

    Outra coisa que concordo com o Moacir Santana, Fabio está sendo um deputado mediocre para a cidade que lhe deu 18 mil votos. Esta familia cherem virou as costas para a sua cidade.

    ResponderExcluir
  3. TODOS QUE ENTENDEM O MÍNIMO DE POLÍTICA SABEM QUE NO PRIMEIRO ANO OS DEPUTADOS PEGAM O ORÇAMENTO PRONTO E FEITO PELOS QUE SAÍRAM!! ENTÃO VAMOS AGUARDAR ESSE ANO, TEREMOS ELEIÇÕES, ORÇAMENTO NOVO!! AI SIM! A JIRIPÓCA VAI PIAR!! DÁ-LHE CHEREM! NOSSO DEPUTADO!!!!

    ResponderExcluir
  4. De que adianta ter 20 minutoos e nada para falar? O Eneas com poucos segundos dizia mais que o resto dos candidatos. O que importa é o conteudo e não a quantidade.

    ResponderExcluir
  5. Grupo Cherem?? Inventaram até isso? Que medo estão dos dois irmãos que desde 2009 estão revolucionando a política local. Fora oligarquias de 40 anos no poder. Viva o novo, finalmente.

    ResponderExcluir
  6. Não sou preconceituoso,mas se a administração de nossa cidade cair em mãos de pessoas de origem lá do oriente médio estamos ferrados,não se entendem nem dentro das proprias familias.

    ResponderExcluir
  7. Jesus Cristo, quanta apelação. Que medo do novo, medo de perder as boquinhas.rsrsrsrs

    ResponderExcluir