-->

Ministério Público quer que o próximo prefeito de Lavras priorize políticas para crianças e adolescentes

Buscando garantir a elaboração e a execução de políticas públicas voltadas para as crianças e os adolescentes pela futura administração municipal de Lavras, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), por meio da Promotoria da Infância e Juventude da Comarca, convidou candidatos à prefeitura local para reunião, de 24 a 26 de setembro, na qual será assinado um termo de compromisso para que a área infanto-juvenil seja foco de atenção do próximo prefeito.
Além dos candidatos e de representantes do MPMG, membros do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente também participam do encontro na sede da Promotoria de Justiça na Comarca.

O termo de compromisso é fruto do projeto Compromisso pela Criança e pelo Adolescente, iniciativa do Ministério Público que busca inserir a defesa dos direitos dessas pessoas na agenda de candidatos a prefeituras municiais, não só em Minas Gerais mas também em diversos outros estados brasileiros.

Para o MPMG, a iniciativa estimula o cumprimento da determinação contida no artigo n.º 227 da Constituição Federal, segundo o qual as crianças e os adolescentes são destinatários de prioridade absoluta por parte da família, da sociedade e do Poder Público.

25/09/12



Gostou? Então compartilhe!

Tags:

Comente esta notícia

LEIA AS REGRAS: Comentários que contenham palavrões, ofensas ou que não tenham relação com o assunto tratado na notícia podem ser deletados sem nenhum aviso. Em hipótese alguma faça propagandas de outros sites ou blogs. OBS: Os comentários dos leitores não refletem a opinião de O LAVRENSE
Comentário(s)
2 Comentário(s)

2 comentários:

  1. Tudo bem. Nada contra. Mas, já que agora quem define as prioridades é o Ministério Público, deveria haver eleição direta para promotor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Márcio Nilo16:51

      O MP é, em tese, independente dos demais poderes e volta e meia mete o bedelho nas decisões do executivo mas, na maioria das vezes, apenas joga para a platéia. Convoca, Esclarece, Ameaça... mas fica só nisso. O prefeito faz o que bem quer, quando quer e onde quer. E os vereadores? Esees só dizem "amém" a tudo o que o prefeito quer. Eleição para PROMOTOR? Espere...sentado.

      Excluir