;

Header Ads

Rita Lee faz acordo de R$ 40 mil em processo movido por PMs

A cantora Rita Lee fez um acordo judicial no valor de R$ 40 mil com policiais militares de Sergipe. A artista foi denunciada por 35 PMs por apologia ao crime e por desacato logo após uma apresentação, no dia 28 de janeiro, na praia de Atalaia Nova, região metropolitana de Aracaju.

Na ocasião, inconformada com a presença de policiais militares, que revistavam os espectadores do show para reprimir o uso de drogas, Rita ironizou os PMs e pediu para eles se acalmarem e "fumarem um baseadinho". Como os policias não se retiraram do local, a roqueira passou a agredi-los verbalmente.

A proposta inicial feita pelo promotor Ricardo Machado Oliveira era que o valor do acordo fosse de R$ 115 mil em favor do Fundo Municipal para Criança e Adolescente da Barra dos Coqueiros, mas o total foi reduzido em acordo com a cantora.

A decisão judicial também prevê a proibição de Rita Lee de se ausentar por mais de 30 dias da região onde mora (em São Paulo) sem uma autorização judicial, pelo período de dois anos.

16/11/12

Nenhum comentário